Por Esporte Banda B
Autuori comemora condição física do elenco. (Divulgação/ Atlético)

Autuori comemora condição física do elenco. (Divulgação/ Atlético)

Derrota atuando mal no Espírito Santo e chance de entrar no G4 do Brasileirão ainda no primeiro turno desperdiçada. O Atlético fecha a primeira metade de campeonato com uma derrota. Após a partida, o técnico Paulo Autuori admitiu que esperava um melhor desempenho coletivo da equipe diante do Fla e projeta um segundo turno equilibrado.

Na visão do treinador rubro-negro, a equipe não fez um bom jogo coletivamente e sofreu com a pressão flamenguista. “Esperava uma partida coletivamente melhor. Depois que saiu o gol, a pressão do Flamengo acalmou. São situações que temos que aprender e certamente teremos atitudes diferentes quando isso voltar a acontecer”, comentou Paulo Autuori.

Fechado o primeiro turno, colocando em prática a ideia de refrescar os jogadores fisicamente a cada partida, gerindo o elenco com alterações de um jogo para outro, Paulo Autuori comemora o fato de ter todos os atletas do elenco em boas condições físicas para encarar a metade final de competição. “O mais importante é o todo e a equipe termina o primeiro turno em uma condição satisfatória, com sinais que pode fazer um segundo turno no mesmo nível. Se fizermos um segundo turno equilibrado, poderá ser ainda melhor”, projetou o comandante.

Reforços recentes do Furacão, Lucas Fernandes e Luciano Cabral foram jogadores que agradaram em suas primeiras aparições. A torcida atleticana cobrava, inclusive, os dois como titulares diante do Rubro-negro carioca. Na etapa final, ambos foram colocados em campo para tentar reverter o placar desfavorável.

A avaliação do técnico atleticano em relação ao desempenho dos dois atletas é positiva e ele entende que são novas opções para o decorrer da temporada. “Entraram bem como tem entrado. São alternativas e uma possibilidade diferente nos próximos jogos. Chegaram há pouco tempo, estão se ambientando ao clube e à maneira da equipe jogar”, afirmou Autuori.