Por Rodrigo Dornelles

Ouça os gols e o compacto da vitória do Atlético:

Lá se foi um tabu que durava 33 anos. Vitória gigante do Atlético sobre o São Paulo no Morumbi. Contando com um bom segundo tempo e uma ajudinha das traves, o Furacão virou para cima do Tricolor fora de casa e quebrou um tabu de mais de 30 anos sem vencer o time paulista em sua casa pelo Brasileirão.

Na primeira etapa, o São Paulo foi superior e quase abriu o placar logo aos dois minutos. A trave apareceu pela primeira vez, em falta cobrada por Maicon. O zagueiro, no entanto, venceu a trave e o goleiro Weverton ainda no primeiro tempo, de cabeça. Na etapa final, Ytalo acertou as duas traves no mesmo lance e a bola não entrou. Kelvin também carimbou o poste. Quem não teve a trave no caminho foi Otávio, que colocou no cantinho e empatou. No finalzinho, Hernani desviou de cabeça após cobrança de escanteio e virou.

Rubro-negro mandou tabu para longe. (Divulgação/ Atlético)

Rubro-negro mandou tabu para longe. (Divulgação/ Atlético)

Com a primeira vitória fora de casa dentro da competição, o Atlético chega aos 10 pontos no Campeonato Brasileiro. A próxima partida do Furacão é diante da Ponte Preta, novamente como visitante, na quarta-feira (15), a partir das 19h30. Já o São Paulo, com os mesmos 10 pontos, faz mais um jogo em casa, no mesmo dia e horários, contra o Vitória.

Jogo fraco e São Paulo na frente

Logo nos primeiros minutos de jogo o Atlético já levou sustos. Em cobrança de falta com muita categoria logo aos dois minutos, Maicon acertou o travessão de Weverton e quase abriu o placar para o Tricolor, que ainda teve outra chance com Ytalo. Melhor em campo, o time da casa controlava a partida, enquanto o Furacão tentava escapar pelos lados.

Mesmo com a posse de bola, o São Paulo não conseguia transformar o seu volume em chances claras. Pelo alto, o time levava perigo e foi assim que abriu o placar. Já aos 40 minutos da primeira etapa, Kelvin cobrou escanteio e Maicon subiu para colocar a cabeça na bola e balançar a rede atleticana.

Virada rubro-negra

Na volta do intervalo, o Rubro-negro tentou dominar as ações nos primeiros minutos. No entanto, foi do São Paulo o lance de perigo. Ytalo arriscou de fora da área, a bola bateu no poste direito, rolou sobre a linha, bateu na trave esquerda e na volta Alan Kardec perdeu boa chance. Em lançamento longo, o Furacão teve boa oportunidade. Walter recebeu na área e encheu o pé, sem ângulo, obrigado Denis a fazer a defesa.

Quem não perdeu a chance foi Otávio. Léo fez grande jogada pela direita, foi ao fundo dentro da grande área e rolou para trás, Otávio dominou, olhou e tocou no cantinho para empatar. No finalzinho da partida, escanteio cobrado pela esquerda e Hernani desviou de cabeça para virar a partida.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1×2 ATLÉTICO

Local: Estádio Morumbi, em São Paulo.
Data: 11 de junho de 2016.
Horário: 21h.
Público e renda: 12.389 torcedores/ R$ 383.237,00.

São Paulo: Denis; Bruno, Lugano, Maicon e Matheus Reis; Thiago Mendes, João Schmidt, Centurión, Ytalo (Lucas Fernandes) e Kelvin (Araújo); Alan Kardec.
Técnico: Edgardo Bauza.

Atlético: Weverton; Léo, Thiago Heleno, Wanderson e Sidcley; Deivid, Otávio, Ewandro (Nikão), Pablo e Marcos Guilherme; André Lima (Hernani).
Técnico: Paulo Autuori.

Cartões amarelos: Bruno (SPO). Otávio e Sidcley (CAP).
Gol: Maicon aos 40′ do primeiro tempo (SPO). Otávio aos 22′ do segundo tempo e Hernani aos 42′ do segundo tempo (CAP).