Ouça o áudio

O Atlético pode ter se despedido do estádio Gigante do Itiberê na tarde deste sábado, deixando a cidade de Paranaguá após uma bela vitória por 1 a 0 em cima do Criciúma, até então líder da Série B.

Com uma boa atuação no primeiro tempo, e jogando com um a mais em boa parte da partida, o Furacão conquistou três importantes pontos que o deixam na 8ª colocação, a quatro pontos de distância do G4.

Atlético faz bom primeiro tempo e Marcão abre o placar

O jogo começou movimentado, com as duas equipes buscando criar jogadas de ataque. O Criciúma se defendia bem e explorava contra-ataques em velocidade. O Atlético, por outro lado, era mais perigoso na frente e chegou em duas oportunidades antes de abrir o placar.

Aos 21 minutos, Pedro Botelho cruzou da esquerda, a zaga do Tigre não cortou, e e Felipe arrematou de dentro da área. A bola ainda desviou em Marcão, enganando o goleiro Michel Alves: 1 a 0 Furacão. O gol embalou o time rubro-negro, que cresceu no jogo. Aos 31, Giovanni Augusto recebeu o segundo amarelo, foi expulso e deixou o Tigre com 10 em campo.

A partida seguiu movimentada até o fim do primeiro tempo, mas o Atlético era superior em campo e não deu espaços para o Tigre criar. Aos 42 minutos, Marcão chutou por cima do gol adversário. Aos 44, Deivid soltou uma bomba e quase marcou um golaço em Paranaguá. A etapa inicial, no entanto, terminou com vitória rubro-negra por 1 a 0.

Atlético administra vantagem na etapa complementar do jogo

O Atlético não voltou com a mesma pegada para o segundo tempo e permitiu que o time catarinense criasse duas boas oportunidades, com Matheus Ferraz e Fransérgio, antes dos 20 minutos. O Furacão trocava passes em seu campo de defesa, sem conseguir retomar o domínio da partida, como aconteceu na etapa inicial.

A equipe rubro-negra chegou com perigo aos 22 minutos, em bom chute de João Paulo, que Michel Alves espalmou. Aos 40, Paulo Baier bateu meio sem ângulo, a bola quase enganou Michel Alves, que se recuperou e fez a defesa. Antes do apito final, Maranhão perdeu um lance incrível e o jogo terminou com vitória do Furacão por 1 a 0 e festa nas arquibancadas do Gigante do Itiberê.