Nikão tenta passar por Geromel, mas Atlético não marcou. (Vinicius Costa/Estadão Conteúdo)

No jogo mais esperado da rodada, o Atlético ficou no empate em 0 a 0 com o Grêmio e segue sem perder sob o comando do técnico Fernando Diniz. A partida só não teve gols graças a boa atuação do sistema defensivo do Rubro-Negro e, principalmente, do goleiro Santos.

Com o empate, o Atlético chegou aos quatro pontos e está na vice-liderança, atrás apenas do Corinthians. Depois de três jogos em uma semana, o Furacão terá uma semana de preparação até a próxima rodada do Campeonato Brasileiro contra o Bahia. A partida será no próximo domingo (29), às 16h, na Arena Fonte Nova.

Atlético segura pressão do Grêmio 

Para a partida em Porto Alegre, o técnico Fernando Diniz repetiu a mesma formação que eliminou o São Paulo na Copa do Brasil. Mantendo o mesmo padrão de jogo, o Atlético sofreu com a forte marcação do Grêmio desde o começo e quase saiu o primeiro gol logo aos quatro minutos. Lucho González errou na saída de jogo, Luan recebeu dentro da área e mandou na trave.

O Grêmio seguiu com a marcação desde o campo de ataque e dificultou a troca de passes do Atlético. Aos 14 minutos, Everton aproveitou a roubada de bola já perto do gol e Santos se jogou no canto para defender. Já aos 26, Maicon tabelou com Léo Moura e chutou de dentro da área para mais uma defesa do camisa 1 atleticano.

A troca de passes dificultou o trabalho da defesa rubro-negra durante o primeiro tempo, mas os gremistas continuaram errando na hora da finalização. Aos 33 minutos, André recebeu dentro da área, cortou Thiago Heleno e mandou por cima do gol. Do outro lado, o Furacão teve sua grande chance de abrir o placar nos acréscimos, mas Pedro Geromel travou Pablo no momento do chute.

Furacão fica com um jogador a menos e segura o empate

No começo do segundo tempo, o Grêmio seguiu trocando passes para furar a forte marcação atleticana e teve uma ótima oportunidade com apenas cinco minutos. Após levantamento na área, Éverton apareceu livre de marcação e cabeceou muito perto da trave. Já o Atlético respondeu, aos 10, em chute da entrada da área do atacante Guilherme, mas a bola foi pela linha de fundo.

O Furacão até equilibrou as ações da partida durante alguns minutos, mas a história da partida mudou novamente após a expulsão do volante Camacho. Para suprir a ausência no meio-campo, Fernando Diniz colocou José Ivaldo na vaga de Guilherme. Em contrapartida, Renato Gaúcho deixou o Grêmio mais ofensivo com a entrada de Jael no lugar de Arthur.

Com um jogador a menos, o Atlético foi pressionado até o último lance, mas trabalhou muito bem na defesa e não deu espaços para o Grêmio levar perigo para o goleiro Santos.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X ATLÉTICO

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS).
Data: Domingo, 22 de abril de 2018.
Horário: 19h.
Árbitro: Raphael Claus (SP).
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP).
Público e renda: 22.049 pagantes/23.894 presentes/R$ 688.660,00

Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson), Pedro Geromel, Bressan e Bruno Cortez; Arthur (Jael), Maicon (Maicosuel), Ramiro, Luan e Everton; André.
Técnico: Renato Gaúcho.

Atlético: Santos; Esteban Pavez, Paulo André e Thiago Heleno; Matheus Rossetto, Camacho, Lucho González (Bruno Guimarães) e Thiago Carleto; Nikão, Pablo (Éderson) e Guilherme (José Ivaldo).
Técnico: Fernando Diniz.

Cartões amarelos: Pablo e Bruno Guimarães (CAP); Pedro Geromel, André e Ramiro (GRE).
Cartão vermelho: Camacho (CAP).