Quatro decisões em duas semanas. É assim que o Atlético está encarando seus próximos desafios, pelas oitavas de final da Copa do Brasil e pela final do Campeonato Paranaense. O primeiro passo será dado nesta quarta-feira, às 21h50, contra o Cruzeiro, na Vila Capanema.

Esse jogo será o reencontro de duas equipes que disputaram a permanência na Série A até a última rodada do Brasileirão de 2011. O Furacão levou a pior, foi rebaixado para a Série B e a goleada por 6 a 1 da Raposa em cima do Atlético-MG (resultado que manteve os dois times mineiros na primeira divisão) levantou dúvidas nas torcedores rubro-negros, que agora nutrem profunda rivalidade pela equipe celeste.

Mais do que uma “revanche”, a torcida do Atlético vê o jogo de logo mais como uma grande oportunidade de abrir boa vantagem na luta por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, muito em função do períodoruim que vive o Cruzeiro, eliminado na semifinal do Campeonato Mineiro e com o técnico Vagner Mancini pressionado no cargo.

Se não bastasse isso, o Furacão terá força máxima para o duelo desta noite, enquanto que a Raposa vem desfalcada de seu principal jogador, o meia Montillo. No entanto, o técnico Juan Carrasco ainda não confirmouo trio de ataque do time rubro-negro, restando uma dúvida entre Marcinho e Bruno Mineiro. A zaga e o meio, sem muitas novidades, já foram oficializadas pelo treinador.

“Nossa forma de trabalhar, nas experiências em equipes nas quais trabalhamos, sempre jogamos para ganhar. Por isso, vocês olham o Atlético e veem jogadores que, quando entram em campo, entram para ganhar. Não é um Atlético que especula, que recua, que perde tempo com a bola, que joga para qualquer lado. É uma equipe que tem um padrão definido para jogar e sempre vai tratar de jogar para frente”, afirmou Juan Carrasco.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO X CRUZEIRO

Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR);
Data: 2 de maio de 2012, quarta-feira;
Horário: 21h50 (de Brasília);

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio;
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence.

ATLÉTICO-PR: Vinícius; Gabriel Marques, Manoel, Bruno Costa e Héracles; Deivid, Paulo Baier e Martín Ligüera; Guerrón, Edigar Junio e Marcinho (Bruno Mineiro).
Técnico: Juan Carrasco

CRUZEIRO: Fábio; Diego Renan, Léo, Alex Silva e Everton; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Amaral e Souza (Roger); Wellington Paulista e Anselmo Ramon.
Técnico: Vágner Mancini