Em sua página pessoal no Twitter (@rcordeirocbf), o presidente da Comissão de Vistorias da Federação Paranaense de Futebol (FPF), Reginaldo Cordeiro, explicou que laudos o Atlético precisa conseguir para liberar o Ecoestádio Janguito Malucelli e poder mandar ali as suas partidas do segundo turno da Série B.

“Em contato com Virgílio Elísio (diretor de competições da CBF), o Atlético pode jogar no Janguito Malucelli, desde que amplie a capacidade para 10.000 pessoas e apresente laudos técnicos de engenharia”, escreveu Cordeiro. “O atual regulamento da CBF prevê arquibancadas provisórias desde que apresente: acervo técnico, laudo de engenharia e teste de carga”, completou.

A CBF só libera estádios para a Série B que possam receber mais de 10 mil pessoas. O Ecoestádio, neste momento, comporta menos de quatro mil pessoas. A ideia do Atlético é instalar aquibancadas tubulares para ampliar essa capacidade, o que é permitido segundo Reginaldo Cordeiro.