Atlético encerrou a preparação para enfrentar o Newell’s Old Boys no CT do Rosário Central. (Monique Vilela/Banda B)

Mesmo com o 3 a 0 de vantagem no confronto, o Atlético espera uma grande pressão do Newell’s Old Boys jogando no estádio Marcelo Bielsa, em Rosário. O Furacão mantém os pés no chão e usa como exemplo os recentes confrontos da Liga dos Campeões da Europa que tiveram viradas após placares elásticos nos jogos de ida.

“Estamos nos preparando para uma grande pressão. A Champions League nos deu grandes exemplos de situações que o Atlético teve do resultado positivo em casa e depois o sofrimento. O Newell’s é uma grande equipe e muito bem treinada. Não esperamos um jogo igual ao que foi de lá [em Curitiba]”, declarou o técnico Fernando Diniz, direto da cidade de Rosário.

Já o zagueiro e volante Esteban Pavez espera também apoio da torcida argentina durante os 90 minutos e afirmou que o Atlético não abrirá mão de seu estilo de jogo. “Espero que a torcida cante muito e será uma partida bonita para jogar. Pensamos que [o Newell’s Old Boys] sairá para o ataque desde o primeiro tempo e buscará o gol o mais rápido possível. Vamos fazer o nosso jogo e queremos sair com a vitória”, comentou.

A provável escalação atleticana para a partida desta quinta-feira (10), às 19h15, tem Santos; Pavez, Paulo André (José Ivaldo) e Thiago Heleno; Matheus Rossetto, Lucho González, Camacho e Renan Lodi; Nikão, Guilherme e Pablo.

Notícias relacionadas:

Fernando Diniz não descarta mudanças no Atlético por questões táticas

Atlético relaciona 23 jogadores para a partida contra o Newell’s Old Boys