Ouça os gols da partida na narração de Anderson Luís: 

Atlético foi derrotado, mas avançou para a segunda fase da Sul-Americana (Divulgação/Newell’s Old Boys)

Foi sofrido, mas o Atlético está classificado para a segunda fase da Copa Sul-Americana. Depois de ter largado com boa vantagem no jogo de ida, o Furacão perdeu para o Newell’s Old Boys, por 2 a 1, na noite desta quinta-feira (10), no Estádio El Coloso del Parque, em Rosario, na Argentina, e avançou na competição.

Nem tudo foi facilidade para o time paranaense no país vizinho. Podendo perder por até dois gols de diferença, o Rubro-Negro viu o adversário abrir o placar de 2 a 0 e pressionar em busca do placar que levaria a decisão para os pênaltis. Mas foi dos pés de Nikão que saiu a redenção. Com gol na parte final de partida, o camisa 11 marcou o gol do alívio e garantiu a classificação para a segunda fase.

O próximo adversário será conhecido através de sorteio, que será realizado em junho, com as partidas acontecendo somente após a Copa do Mundo.

O jogo

Com o campo pesado por conta da forte chuva que insistiu em cair em Rosario, o Atlético adotou a proposta de administrar a sua vantagem diante de um adversário que precisava se expor para buscar o resultado. As duas boas chances iniciais do time argentino vieram em duas bobeadas do sistema defensivo. Aos nove minutos, após erro de passe, Figueroa tentou o cruzamento da esquerda e quase surpreendeu o goleiro Santos. Pouco depois, aos 11, Rivero arriscou de longe e o arqueiro rubro-negro fez boa defesa no canto direito.

O Newell’s Old Boys chegou ao gol em uma jogada de transição rápida. Depois de roubar bola no ataque, o time argentino armou o contra-ataque em velocidade e acionou o atacante Luis Leal. Aos 36 minutos, o camisa 7 ganhou da defesa, invadiu a área e bateu na saída de Santos para abrir o placar. O Furacão tentou a resposta no lance seguinte, mas a arbitragem marcou irregularidade no gol marcado pelo atacante Pablo.

A equipe da casa seguiu pressionando e tendo as melhores chances na etapa final. Logo no primeiro minuto, Figueroa finalizou bem e forçou Santos a fazer boa defesa para evitar o segundo.

O Atlético tentou uma resposta aos 11 minutos. Após levantamento de Guilherme na área, Sills desviou com o braço e a arbitragem marcou pênalti. Em cima do lance, o assistente assinalou posição de impedimento de Lucho González e forçou o árbitro a voltar atrás.

Passado o susto, o Newell’s Old Boys voltou a comandar as ações. E não demorou muito para os argentinos ampliarem o marcador. Aos 20 minutos, cruzamento da esquerda na área e Leal cabeceou para o fundo das redes, marcando o segundo dele e dos mandantes no jogo.

Precisando de mais um gol para levar a decisão para os pênaltis, o Newell’s seguiu pressionando e assustou mais uma vez, aos 25 minutos, com Leal cabeceando com muito perigo à direita do gol de Santos. Mas essa foi a última vez que o time da casa ofereceu perigo. O Rubro-Negro passou a controlar as ações e, aos 40, Nikão apareceu após cruzamento de Renan Lodi da esquerda, que o camisa 11 só teve o trabalho de desviar para o fundo das redes e carimbar a classificação atleticana para a segunda fase da Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA
NEWELL’S OLD BOYS 2X1 ATLÉTICO

Local: Estádio Marcelo Bielsa, em Rosário (ARG).
Data: Quinta, 10 de maio de 2018.
Horário: 19h15.
Árbitro: Carlos Orbe (EQU).
Assistentes: Ricardo Baren e Edwin Bravo (EQU).

Newell’s Old Boys: Ibañez; Nadalin, Bianchi, Fontanini e Ferroni; Sills (Alexis Rodríguez), Rivero (Torres), Bernardello, Figueroa e Fertoli; Leal.
Técnico: Omar de Felippe.

Atlético: Santos; José Ivaldo, Esteban Pavez e Thiago Heleno; Matheus Rossetto (Wanderson), Camacho, Lucho González (Bruno Guimarães) e Renan Lodi; Nikão, Guilherme (Raphael Veiga) e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz.

Gol: Leal (NOB) aos 36′ do primeiro e 21′ do segundo tempo; Nikão (CAP) aos 40′ do segundo tempo.
Cartões amarelos: Bianchi e Ferroni (NOB); Nikão e Lucho González (CAP).