Ouça os gols de Atlético 2×2 São Paulo na narração de Anderson Luís:

Matheus Rossetto marcou o gol da classificação atleticana (LÉO PINHEIRO/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)

Com direito a fortes emoções, o Atlético está nas oitavas de final da Copa do Brasil. Com vantagem após vencer o duelo de ida, o time paranaense levou susto, viu o adversário abrir dois de vantagem, mas buscou o empate diante do São Paulo, em 2 a 2, na noite desta quinta-feira (19), no Morumbi, e eliminou a equipe paulista da competição.

A etapa inicial foi de fortes emoções para o Furacão. Com uma atuação ruim, o time viu o adversário abrir dois gols e ameaçar a vantagem atleticana. O Tricolor paulista abriu o placar aos 25 minutos, com Valdívia aproveitando belo passe de Nenê e batendo firme para o gol. Mais tarde, aos 34, foi a vez de Nenê finalizar de fora da área e contar com desvio em Thiago Heleno para ampliar o marcador. Mas, pouco depois, aos 40, o Rubro-Negro teve a chance em cobrança de pênalti e Guilherme não desperdiçou. O camisa 17 cobrou bem para descontar o placar e igualar o agregado.

Os dois sustos da primeira etapa serviram para despertar o time paranaense. Deixando a parte inicial para trás, o Atlético garantiu a classificação logo nos primeiros minutos da etapa complementar. Aos cinco minutos, Pablo recebeu pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro para Matheus Rossetto, na segunda trave, empurrar para o fundo das redes do São Paulo e decretar a classificação atleticana.

Com o empate, o Furacão está classificado para as oitavas de final e agora aguarda o sorteio para saber quem será o seu próximo adversário na Copa do Brasil.

Atlético leva susto, mas desconta o placar

O primeiro tempo foi para o torcedor rubro-negro esquecer. Com uma atuação apática, o Atlético encontrou dificuldades e viu o adversário criar as melhores chances e abrir logo dois no marcador. A primeira oportunidade do São Paulo saiu dos pés de Nenê, que tabelou com Valdívia e aproveitou bobeada do sistema defensivo atleticano para finalizar pela linha de fundo, logo aos cinco minutos.

Mas, na segunda tabelinha entre os dois, o Tricolor paulista não desperdiçou. Aos 25, Nenê serviu Valdívia de calcanhar. Dentro da área, o camisa 21 girou e chutou firme para abrir o placar no Morumbi. Mais tarde, aos 34, Nenê apareceu novamente e ampliou o marcador. O meia avançou com a bola e finalizou de fora da área. A bola ainda desviou em Thiago Heleno antes de morrer no fundo das redes do goleiro Santos.

Mas o desespero do Furacão na primeira etapa durou pouco. Aos 40 minutos, Camacho invadiu a área, tentou o corte e Liziero colocou a mão na bola. O árbitro marcou pênalti e Guilherme converteu, descontando o placar e recolocando o time paranaense no jogo.

Rossetto marca e Rubro-Negro avança

Depois de um primeiro tempo ruim, o Atlético voltou com tudo para a etapa final. Logo na primeira chance, aos cinco minutos, o time mostrou que a chacoalhada do técnico Fernando Diniz no vestiário deu certo. Após bela troca de passes, Pablo cruzou rasteiro pelo lado esquerdo e encontrou Matheus Rossetto na segunda trave. O camisa 20 só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes e igualar o placar.

Precisando de pelo menos mais um gol para levar a decisão para os pênaltis, o São Paulo tentou responder ainda no início. Aos 15 minutos, Nenê recebeu pela direita, puxou para o meio e chutou forte. Bem colocado, o goleiro Santos deu um tapa na bola e fez ótima defesa para salvar. Pouco depois, aos 17, a estrela do arqueiro rubro-negro voltou a brilhar. Após cruzamento na área, Nenê subiu mais que a defesa e cabeceou para boa intervenção do camisa 1.

Com o adversário em cima, o Furacão soube suportar a pressão e ainda teve a chance de virar o jogo. Aos 31 minutos, Nikão recebeu pelo lado direito e bateu firme, balançando as redes, mas pelo lado de fora.

O Tricolor paulista ainda teve uma chance no apagar das luzes. Aos 48 minutos, após cobrança de falta, Éder Militão soltou a bomba de fora da área e Santos encaixou firme, garantindo o empate e a classificação do Atlético às oitavas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2X2 ATLÉTICO

Local: Morumbi, em São Paulo (SP).
Data: Quinta-feira, 19 de abril de 2018.
Horário: 19h15.
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ).
Público e renda:  27.812 total | R$ 850.813,00

São Paulo: Sidão; Éder Militão, Arboleda e Rodrigo Caio; Régis, Jucilei, Petros (Lucas Fernandes), Valdívia (Cueva) e Liziero; Nenê e Tréllez (Diego Souza).
Técnico: Diego Aguirre.

Atlético: Santos; Esteban Pavez (Zé Ivaldo), Paulo André e Thiago Heleno; Matheu Rossetto (Deivid), Lucho González, Camacho e Thiago Carleto; Nikão, Pablo e Guilherme (Ribamar).
Técnico: Fernando Diniz.

Gols: Valdívia (SPO) aos 25′, Nenê (SPO) aos 34′ e Guilherme [de pênalti] (CAP) aos 40′ do primeiro tempo; Matheus Rossetto (CAP) aos 5′ do segundo tempo.

Cartões amarelos: Esteban Pavez e Lucho González (CAP).