Por Pedro Melo 

Grafite (de branco) vai estrear com a camisa atleticana. (Divulgação/Atlético)

Principal objetivo da temporada, o Atlético estreia na Libertadores contra o Millonarios nesta quarta-feira (01), às 21h45, na Arena da Baixada. Esse é o primeiro dos quatro jogos que o Rubro-Negro precisa encarar para garantir uma vaga na fase de grupos da competição internacional.

O técnico Paulo Autuori tem dois problemas para escalar o time atleticano: o zagueiro Thiago Heleno ainda não teve o nome publicado no BID e o atacante Nikão está suspenso pela expulsão em jogo da Sul-Americana de 2015. Wanderson será o substituto na defesa e Crysan surge como principal nome para formar o trio de ataque com Pablo e Grafite.

“Em relação à equipe, será basicamente a que iniciou contra o Peñarol. Temos alguns problemas. O Nikão não joga. Ele está suspenso em função da última participação na Copa Sul-Americana”, declarou o treinador.

Autuori ainda espera contar com o fator ‘caldeirão’ da Arena da Baixada para manter o desempenho dentro de casa e apoiar o time durante os 90 minutos. “Primeira coisa que faz uma equipe fazer bons jogos e ganhar é aquilo que ela rende, a performance. Depois, o ambiente é importantíssimo. Quando equipe e público jogam juntos, cria-se um clima favorável e é normal que o time cresça com isso. Tenho agradecido bastante o apoio que a torcida tem nos dado. Esperamos amanhã criar esse ambiente”, declarou.

Já o meia Lucho González será o jogador mais experiente dentro de campo e disputará a sua sexta edição de Libertadores. Em nova função, o argentino garante que está motivado para jogar mais uma vez o torneio internacional. “É a maior competição sul-americana, então a motivação é muito grande. Minha ambição é muito grande para ir o mais longe possível”, comentou.

De ‘cara’ nova, Millonarios terá o apoio de seus torcedores

O Millonarios começa a Libertadores com várias novidades, entre elas o técnico Miguel Ángel Russo que assume o lugar de Diego Cocca. Dos reforços contratados, os volantes Jacobo Koufatty, machucado, e Óscar Barreto, por decisão técnica, e o meia-atacante Alexis Zapata, em fase de adaptação, sequer viajaram para Curitiba.

Já os torcedores colombianos estão em bom número em Curitiba e fazendo loucuras para acompanhar a partida na Arena da Baixada. Alguns chegaram a viajar até 10 dias de ônibus e chegaram na capital paranaense sem condições para comprar o ingresso, porém, foram ajudados pela torcida atleticana,

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO X MILLONARIOS

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR).
Data: 01 de fevereiro de 2017.
Horário: 22h.
Árbitro: German Delfino (ARG).
Auxiliares: Gustavo Rossi (ARG) e Lucas Germanotta (ARG).

Atlético: Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Nicolas; Otávio, Lucho González e Felipe Gedoz; Pablo, Crysan e Grafite.
Técnico:
Paulo Autuori.

Millonarios: Vikonis; Palacios, Franco, Cadavid e Machado; Domínguez, Hainaut, Duque e Quiñones; Arango e Del Valle.
Técnico: Miguel Ángel Russo.