Por Esporte Banda B 

Invasão de campo aconteceu logo após o empate entre Atlético e PSTC. (Divulgação/Atlético)

O Atlético voltou ao Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) para ser julgado sobre a invasão de um torcedor logo após a partida contra o PSTC pela terceira rodada do Campeonato Paranaense. Porém, o Rubro-Negro não sofreu nenhuma punição e foi absolvido por unanimidade de votos.

Durante o julgamento, o advogado do Atlético, Marcelo Mendes usou o Boletim de Ocorrência e mostrou a cartilha de informações do clube para mostrar que o Furacão tomou as atitudes necessárias para identificar o torcedor, que entrou em campo para pedir a camisa do lateral-esquerdo Renan Lodi.

Já em relação a não execução do Hino Nacional Brasileiro por completo no jogo diante do Toledo, em 25 de fevereiro, desrespeitando a Lei Federal nº 13.413/2016, o Atlético foi advertido, também por unanimidade, por infringir o artigo 191 em não cumprir uma obrigação legal.