Por Pedro Melo 

(Divulgação/Atlético)

Atacante Luan (de colete) deve ser titular contra o Figueirense. (Divulgação/Atlético)

O Atlético voltou a vencer no Campeonato Brasileiro após três derrotas consecutivas e sonha novamente com uma vaga no G4. Para isso, o Rubro-Negro pensa somente na vitória contra o Figueirense, que briga para escapar do rebaixamento, nesta quarta-feira (07), às 16h, no estádio Orlando Scarpelli.

Novamente, o técnico Paulo Autuori não poderá repetir a atuação já que o zagueiro Thiago Heleno terá que cumprir suspensão automática. O volante Deivid e o atacante Nikão seguem no departamento médico e ganharam a companhia do jovem meia João Paulo. Outro desfalque é o goleiro Weverton, que está com a seleção brasileira.

Autuori pediu muita atenção ao time atleticano durante os 90 minutos e projeta uma partida com muitas dificuldades.
“Figueirense é uma equipe que cresceu nesses últimos jogos, alterou um pouco a maneira de jogar. Fez um bom jogo agora contra o Fluminense e vai ser bastante difícil para nós, não tenho dúvidas disso. Temos que jogar muito e bem durante os 90 minutos se quisermos sair com o resultado positivo que é a vitória e é aquilo que queremos, vamos ver se na prática teremos condições de comprovar isso”

Figueirense está na zona de rebaixamento

O Figueirense não vive um bom momento na temporada, venceu apenas uma vez nas últimas cinco rodadas e ainda amargou uma eliminação na Sul-Americana para o Flamengo. Em relação ao time, o técnico Tuca Fernandes não contará com o zagueiro Bruno Alves e o meia Carlos Alberto, ambos suspensos.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE X ATLÉTICO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).
Data: 07 de setembro de 2016.
Horário: 16h.
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB).
Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa (PB) e Tomaz Diniz de Araújo (PB).

Figueirense: Gatito Fernández; Ayrton, Nirley, Werley e Morassi; Caucaia, Jefferson, Ferrugem e Dodô; Rafael Moura e Lins.
Técnico: Tuca Fernandes.

Atlético: Santos; Léo, Paulo André, Wanderson (Marcão) e Nicolas (Sidcley); Otávio, Hernani e Pablo; Luan (Marcos Guilherme), Lucas Fernandes e André Lima.
Técnico: Paulo Autuori.