Por Esporte Banda B

Depois de deixar o Atlético, sem acerto em sua renovação, o volante Jadson já tem nova casa. Ele acertou com o Santa Cruz, do técnico Milton Mendes, para o restante do Campeonato Brasileiro. O jogador já foi confirmado pelo clube pernambucano.

Com contrato de empréstimo com o Furacão, o jogador foi informado inicialmente que não ficaria no clube. Mas a diretoria voltou atrás e chegou a estudar uma tentativa de renovação do empréstimo do atleta. Sem acerto, ele fez as malas.

Volante Jadson acerta com o Santa Cruz. (Divulgação/ Atlético)

Volante Jadson acerta com o Santa Cruz. (Divulgação/ Atlético)

Já conhecido do técnico Milton Mendes, com quem trabalhou no próprio Rubro-negro, Jadson se muda para o Santa Cruz. E exatamente a possibilidade de reencontrar o técnico que teria pesado na decisão. Especula-se que ele teria propostas também de Fluminense e Vitória.

Revelado para o futebol brasileiro com a camisa do Botafogo, o volante de 22 anos cedo chamou atenção da Europa. Ele saiu do Fogão para a Udinese, da Itália, clube que ainda detém os direitos do atleta. No ano passado, chegou ao Atlético por empréstimo.

Despedida

Por meio de uma rede social, o jogador se despediu do Furacão e agradeceu à torcida do Atlético. A oportunidade de voltar ao futebol brasileiro foi destacada pelo jogador, que encerrou sua mensagem com um “até breve”, indicando a poderá voltar ao clube no futuro.

Agora é oficial , está se encerrando mais um ciclo em minha vida profissional , infelizmente !!

Nunca é fácil recomeçar , principalmente quando você deixa para trás um clube como Atlético-PR, que me acolheu de forma fantástica, acreditou em mim mesmo quando poucos acreditavam, me deu a oportunidade de voltar ao Brasil. De voltar a fazer o que mais amo, de voltar a me sentir importante na minha vida profissional. Sei que só palavras não vão descrever o meu sentimento… As pessoas que fazem parte do meu dia a dia sabem do que estou falando. Aprendi muito o tempo que passei aqui, conheci grandes profissionais, que me ajudaram a evoluir, a crescer, a me tornar mais completo como profissional, mas acima de tudo eu conheci o ser humano por trás desses profissionais, que me ensinaram a ser um ser humano muito melhor que um dia eu fui…

Fiz grandes amigos, irmãos, que levarei pra toda a minha vida. À diretoria atleticana que me concedeu a oportunidade de vestir essa camisa, à comissão técnica que tanto me ajudou ao longo desse trajeto, não posso esquecer da equipe médica e de fisioterapia (só eu sei o que fizeram por mim!), aos jogadores, meus amigos, que admiro muito, que me sustentaram e me incentivaram ao progresso, e à torcida atleticana que sempre nos apoiou, o meu MUITO OBRIGADO.

Muito sucesso e glórias nos dias que virão, o @atleticoparanaense terá sempre o meu respeito e admiração!! #AteBreve