Ouça o áudio

Apontado com um dos principais responsáveis pelo baixo rendimento do Atlético diante do Galo na largada do Brasileiro, o técnico Adílson Batista garante que a forma de disputa do Campeonato Brasileiro é diferente e que o seu grupo precisa se ambientar à nova forma de jogar. O Atlético-PR perdeu para o xará mineiro por 3 a 0, em Minas Gerais, jogando com quatro volantes e apenas um atacante isolado. (Ouça a entrevista no áudio acima)

“Com todo respeito, os estaduais são “campeonatos de preso”. No Campeonato Brasileiro, a qualidade é outra e nósprecisamos ter um comportamento pra tentar atrair o adversário”, apontou o técnico, sem aceitar que o erro do Furacão tenho sido de origem tátíca. “Garanto que se tivesse dois meias tomava seis, frouxo”, destacou.

O próximo desafio do Atlético será o Grêmio, na Arena da Baixada, no próximo domingo (29), às 16h, quando faz sua estreia no nacional diante da torcida.