Fabiano Soares comentou sobre os protestos da torcida na Baixada (Geraldo Bubniak /AGB)

Com o menor público da Arena da Baixada no Brasileirão, o Atlético ficou apenas no empate com o xará goiano, na noite desta quarta-feira (11), pela 27ª rodada da competição. Em uma noite cercada de protestos, com direito a torcida fora do estádio assistindo o jogo em telão e vaias dos 7.537 presentes ao fim do jogo, o técnico Fabiano Soares comentou a cobrança dos rubro-negros e lamentou a falta do resultado positivo dentro de casa.

“A torcida tomou esta decisão e nós respeitamos. Nós temos que tentar somar de três em três [pontos]. Infelizmente, hoje acho que tivemos méritos como os outros dias para ganhar o jogo, mas não conseguimos. Temos que analisar isso e não pensar na torcida e em outras coisas”, declarou o treinador em entrevista coletiva após a partida.

Superior na primeira etapa, o Furacão teve uma queda de rendimento no segundo tempo e ficou apenas no empate diante do lanterna da competição. Diante da oscilação, o técnico Fabiano Soares ressaltou a necessidade de correção para manter o equilíbrio durante as partidas. “Aqui no Brasil são partidas difíceis. Eu acho que tivemos méritos para ganhar. Não conseguimos, mas temos que seguir trabalhando para ajustar o equilíbrio”, disse.

No terceiro jogo consecutivo sem vitórias e vendo o G7 ainda mais distante, o comandante rubro-negro manteve cautela para seguir buscando os objetivos na sequência da competição. “A vida do Atlético é ganhar pontos o máximo possível e no final fazer o balanço se somos vencedores de estarmos lá em cima ou na parte de baixo”, finalizou.

O Atlético volta a campo no próximo sábado (14), às 21h, diante do São Paulo, no Morumbi, em compromisso válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Confira a entrevista coletiva do técnico Fabiano Soares:

Entrevista coletiva na Arena

Posted by Portal Banda B on Wednesday, October 11, 2017