Thiago Carleto confia em reviravolta no atual momento do Atlético. (Miguel Locatelli/Atlético)

O lateral-esquerdo Thiago Carleto isentou o técnico Fernando Diniz pela má fase do Atlético nas últimas partidas. O camisa 26 declarou que os jogadores recebem todas as informações dos adversários e que precisam “tomar mais vergonha na cara”.

“É mais fácil tirar 1 do que 30. Nós, jogadores, temos que assumir a responsabilidade e o trabalho vem sendo bem feito. Professor Diniz vive no CT e nós entramos no campo sabendo até a cor da cueca do adversário. Nós temos que tomar mais vergonha na cara. Temos que jogar os 90 minutos iguais e fazer o que o professor Diniz quer. A culpa não é do Diniz. A imprensa e a torcida vão critica-lo, mas está todo mundo junto”, afirmou Thiago Carleto.

Para o lateral, o principal motivo para a fase ruim é a falta de atenção da equipe em momentos das partidas. “A explicação é que precisamos estar atentos nos 90 minutos. O primeiro gol do Cruzeiro foi um momento de sorte porque a bola estava na mão do Santos. Já o segundo gol, o professor Diniz passou ’10 mil vezes’ esses dias para a gente ter atenção [neste tipo de lance]. Eu acho que a gente não pode creditar na má sorte. Nós não temos muito tempo para lamentar porque domingo tem outro jogo importante e precisamos ganhar”, declarou.

Com a derrota para o Cruzeiro, o Atlético completou sete jogos sem vencer e ainda acumula quatro reveses consecutivos. “Tenho certeza que essa fase vai virar. Não estou preocupado com quem é o próximo adversário, mas com a nossa equipe. Quando nossa equipe errar menos e procurar fazer aquilo que treinamos, podemos jogar de igual para igual contra qualquer um. O trabalho que está sendo feito vai dar muito êxito”, finalizou Carleto.

Assista à entrevista de Thiago Carleto:

Coletiva Carleto

Posted by Portal Banda B on Wednesday, May 16, 2018