Federer vai encontrar Nishikori no Aberto da Austrália (Divulgação/ATP)

Com uma atuação de gala nesta sexta-feira no último jogo da noite na chave masculina em Melbourne, Roger Federer venceu Tomas Berdych por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/4 e 6/4, nesta sexta-feira, e avançou em grande estilo às oitavas de final do Aberto da Austrália.

Embora tenha entrado nesta edição do Grand Slam como apenas o 17º cabeça de chave, fruto de seu afastamento das quadras por um longo período no ano passado após se submeter a uma cirurgia no joelho, o suíço fez valer a sua larga vantagem no retrospecto de confrontos com o checo, décimo pré-classificado.

Foi a 17ª vitória de Federer em 23 jogos com Berdych, que já vinha de cinco derrotas consecutivas para o recordista de títulos de Grand Slam, sendo que a última delas havia acontecido justamente no Aberto da Austrália do ano passado, então nas quartas de final e também por 3 sets a 0. O checo também caiu diante do suíço em Melbourne nas oitavas de final de 2008 e 2009

Com o triunfo sobre o seu velho freguês, Federer se credenciou para travar mais um interessante confronto na próxima fase. Ele terá pela frente o japonês Kei Nishikori, quinto colocado do ranking mundial, que horas mais cedo avançou às oitavas de final ao aplicar triplo 6/4 sobre o eslovaco Lukas Lacko.

Será o sétimo duelo de Federer com o tenista oriental e o suíço levou a melhor em quatro deles, sendo os dois últimos nas edições de 2014 e 2015 do ATP Finals. E, para poder encarar o japonês novamente, o lendário tenista exibiu a categoria que mostrou em muitos dos melhores momentos da sua gloriosa carreira

Federer teve desempenho assombroso quando encaixou o seu primeiro saque, com o qual ganhou 95% dos pontos que disputou nesta condição, e aproveitou quatro de cinco chances de quebrar o serviço de Berdych. Pra completar, não ofereceu nenhum break point ao checo em toda a partida, na qual ainda contabilizou 40 winners e cometeu apenas 17 erros não-forçados.

Desta forma, Federer precisou de apenas 90 minutos para liquidar o atual décimo colocado do ranking mundial. A sua grande atuação empolgou, inclusive, o lendário ex-tenista australiano Rod Laver, que dá nome ao estádio onde o suíço estava jogando nesta sexta. Após executar um grande golpe de direita diante de Berdych, ele fez Laver se manifestar com um caloroso aplauso enquanto estava sentado em meio aos torcedores.

Caso passe por Nishikori, a quem derrotou nos três duelos anteriores entre os dois, Federer tem grande chance de enfrentar o britânico Andy Murray nas quartas de final, pois o líder do ranking mundial jogará diante do alemão Mischa Zverev nas oitavas como franco favorito a avançar à fase seguinte.

Atual 17º colocado do ranking mundial, Federer sonha conquistar o seu quinto título no Aberto da Austrália, depois de ter levantado a taça em 2004, 2006, 2007 e 2010.

FEMININO – Em outro jogo encerrado no final da programação noturna desta sexta-feira em Melbourne (no horário local), a espanhola Garbiñe Muguruza confirmou a sua condição de sétima cabeça de chave do torneio feminino de simples ao bater a letã Anastasija Sevastova por 6/4 e 6/2.

Com o triunfo, Muguruza foi às oitavas de final e terá como próxima adversária a romena Sorana Cirstea, que horas mais cedo derrotou a norte-americana Alison Riske com parciais de 6/2 e 7/6 (7/2).