Por Pedro Melo 

Argentino Agustin Velotti perdeu apenas dois sets na campanha do título. (Divulgação/Aberto do Paraná de Tênis)

Argentino Agustin Velotti perdeu apenas dois sets na campanha do título. (Divulgação/Aberto do Paraná de Tênis)

Deu Argentina na grande final do Challenger de Curitiba, o Aberto de Tênis do Paraná. Por conta da forte chuva na capital paranaense, a partida foi realizada em quadra coberta e o argentino Agustin Velotti derrotou o experiente brasileiro Andre Ghem por 2 sets a 0, com parciais de 6-0 e 6-4, em 1h13min de partida.

O gaúcho de 34 anos encontrou muitas dificuldades em jogar seu melhor tênis no início da partida, teve o saque quebrado em três oportunidades e levou um pneu no primeiro set, quando o tenista perde por 6-0, em apenas 23 minutos. Já no segundo set, o jogo permaneceu equilibrado até o 4-4, Velotti conseguiu a quebra derradeira no nono game e sacou em seguida para ganhar o título.

Ghem lamentou a dificuldade em se adaptar ao jogo na quadra coberta, mas destacou a boa semana, sua melhor até o momento na temporada. “Começo do jogo eu não me senti tão confortado por estar jogando em uma condição diferente. Foi difícil recuperar o ritmo e claramente o adversário cresceu. Eu tive um início muito abaixo do que vinha jogando. Apesar disso, foi uma boa semana”, afirmou.

Já o campeão Velotti comemorou seu ótimo desempenho durante a semana e espera dificuldades na adaptação à quadra. “Foi uma semana incrível. Estou muito feliz por ganhar um Challenger no Brasil. Pensei que [a quadra coberta] iria favorecer um pouco mais ao André, mas me senti muito bem e sabia que teria que jogar muito para conquistar winners durante a partida”, comentou.

Na campanha do título, o argentino estreou com vitória sobre o brasileiro José Pereira e passou até chegar à decisão pelo dominicano José Hernandez-Fernandez e os compatriotas Juan Ignacio Londero e Nicolas Kicker. O troféu ainda rendeu 90 pontos no ranking da ATP para Velotti.

Confira o último ponto da partida: