Curitiba Vôlei disputa semifinal da Superliga B contra São José dos Pinahis. (Divulgação)

O estado do Paraná terá um representante na elite do vôlei feminino brasileiro após 14 anos. O São José dos Pinhais garantiu vaga na semifinal da divisão de acesso ao fechar o confronto melhor de três em 2 a 0 sobre Lavras, de Minas Gerais, e agora disputará um lugar na próxima Superliga com o Curitiba Vôlei.

A última vez que o Paraná teve uma equipe na Superliga Feminina foi na temporada 2003-2004, com o extinto projeto do Rexona. Desde então, houve tentativas de recolocar o estado no mapa do voleibol, mas sem sucesso. No ano passado, o Clube Curitibano perdeu a final da divisão de acesso para Barueri.

São José dos Pinhais e Curitiba Vôlei se enfrentam em dois confrontos, o vencedor garante a vaga na Superliga e também a classificação para a final da segunda divisão. O primeiro jogo será na próxima sexta-feira (23), às 20h, no ginásio Ney Braga, na região metropolitana. Já a volta será em 29 de março, às 19h30, no ginásio do Círculo Militar.

“O time delas tem a segunda melhor campanha e só perdeu para Londrina na primeira rodada. Ficou duas semanas estudando o possível adversário e, por tudo isso, esperamos um jogo difícil. Jogando dentro de casa, somos muito fortes e apostamos nisso”, declarou o técnico do São José dos Pinhais, Alexsandro Paiva, em entrevista ao site oficial da CBV.

A outra semifinal da Superliga B será entre Londrina e Osasco. Caso o time paranaense também conquiste a vaga na elite, o estado do Paraná terá mais de um representante pela primeira vez desde a temporada 1999-2000. Na ocasião, Rexona, Grêmio Londrina e Cascavel participaram da competição.