Curitiba Vôlei perdeu apenas uma partida na fase de classificação. (Divulgação)

O Curitiba Vôlei manteve o bom aproveitamento e conquistou a quarta vitória consecutiva. O triunfo desta vez foi contra Lavras, de Minas Gerais, por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/20 e 25/9. Com o resultado, o time curitibano termina a fase de classificação em segundo lugar e está classificado diretamente para a semifinal.

A ponteira Fofinha ficou satisfeita com o desempenho na partida, mas sabe das dificuldades dos jogos de mata-mata. “Nosso time começou controlado mais o jogo, construindo um placar e depois deslanchou. Conseguimos dar mais rodagem às meninas que estão muito bem nos treinos, mas ainda não tinha jogado muito. Também mostramos paciência na hora dos erros, sem desespero, o que é bom. Daqui para frente teremos que ser mais decisivas no contra-ataque”, declarou, em entrevista ao site da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

Os outros dois times paranaenses na competição também saíram de quadra vitoriosos na última rodada da fase de classificação. Líder da competição, o Londrina manteve o 100% de aproveitamento ao derrotar Osasco por 3 sets a 1, parciais de 28/26, 20/25, 25/13 e 25/22.

Já São José dos Pinhais derrotou Cefa, do Rio Grande do Sul, por 3 sets a 2, parciais de 25/21, 24/26, 21/25, 25/19 e 15/11, e não conseguiu a classificação direta para a semifinal. A equipe da região metropolitana terá que disputar as quartas de final.

Com o final da fase classificatória, Londrina e Curitiba Vôlei já estão garantidos na semifinal. Os outros quatro times disputarão as quartas, com confrontos ainda a serem definidos pela CBV. De acordo com o regulamento, os playoffs serão disputados em partidas de ida e volta e em caso de uma vitória para cada equipe, será disputado um set extra logo após o segundo jogo. A final será em jogo único, no dia 07 de abril.