Paranaense Thiago Wild posa com o troféu de campeão em Rio Preto. (João Pires/Fotojump)

Uma das grandes promessas do tênis nacional, Thiago Wild conquistou no último domingo o troféu de campeão da primeira etapa do Circuito Internacional de Tênis. Na grande final, o paranaense de Marechal Cândido Rondon prevaleceu no duelo Brasil e Argentina e derrotou Camilo Carabelli, por 7/6 (5) 6/3.

Este é o segundo troféu profissional de Thiago Wild. O paranaense também triunfou em Future disputado na Turquia, em novembro do ano passado. Com este título em Rio Preto, Wild embolsa US$ 2.160 de premiação (equivalente a R$ 7.473,00)  e soma 18 pontos na ATP, enquanto Carabelli recebe US$ 1.272 (R$ 4.401,00) e ganha 10 pontos a mais no ranking.

Wild alcançou o título sem sequer perder um set ao longo de 5 vitórias. “Foi uma semana muito boa e constante em Rio Preto. Tive altos e baixos também, mas consegui manter o ritmo. Nos momentos de pressão das partidas, uso técnicas da Yoga e meditação, penso apenas em respirar antes de começar o próximo ponto e fazer o que treinei com confiança. É o meu primeiro título no Brasil há quase quatro anos, desde quando jogava juvenil, então com certeza é especial”, analisa Wild, atual 604º do mundo. Com os pontos conquistados em Rio Preto, Wild pode figurar no ranking 517º da ATP, escalando 87 posições.

Apesar de não ter ficado com a vitória na final, Carabelli comemorou a boa semana em Rio Preto, disputando sua primeira final de Future. “Foi uma ótima semana, ganhei jogos difíceis aqui no torneio. Gostaria de agradecer ao meu treinador que me acompanhou durante esses dias e parabenizar meu adversário, que jogou muito bem hoje”, parabeniza o vice-campeão, Carabelli, 740º do mundo. Com os pontos obtidos em Rio Preto, o jovem argentino pode subir até 86 posições no ranking da ATP.