Marcela Vita é atualmente a número 11 do ranking mundial de Beach Tennis (Divulgação/Quicksand América)

Se consolidando aos poucos e conquistando cada vez mais adeptos no Brasil, o Beach Tennis vem ganhando destaque no Paraná, terra de uma das melhores do mundo no esporte. Responsável por trazer a modalidade para o estado, a curitibana Marcela Vita, de 28 anos, é a número 11 do ranking mundial feminino da International Tennis Federation (ITF) e uma das grandes promessas brasileiras da categoria.

Depois de iniciar no tênis por influência da mãe, Marcela chegou a ser um dos destaques do esporte antes de fazer a transição das quadras duras e do saibro para as areias. “Eu comecei a jogar tênis com sete anos. A minha mãe praticava e eu a acompanhava nas aulas. Comecei a levar sério e disputar torneios juvenis pelo país, cheguei a ser Top 15 do Brasil. Com 17 anos eu decidi jogar tênis universitário nos EUA, ganhei uma bolsa 100% para treinar e estudar. O tênis me deu muitas oportunidades e agora o Beach Tennis também vem me dando oportunidades de viajar o mundo jogando”, contou em entrevista à Banda B.

A identificação com o novo esporte foi tanta que fez com que Marcela Vita largasse o emprego em uma multinacional para se dedicar ao sonho de ser uma atleta profissional. Atualmente, além de disputar os torneios profissionais, ela também dá aulas para iniciantes. “Sempre acreditei muito nesse esporte. Desde que conheci, tinha a certeza que iria pegar. Eu trabalhava em uma multinacional e larguei tudo para me dedicar ao Beach Tennis como profissional e também divulgar o esporte no estado”, diz a tenista. “Eu tenho ajuda e patrocínios. Se eu quisesse viver disso, eu conseguiria viajar, mas não teria mais renda para sobreviver no meu dia a dia. Então, eu dou aula do Beach Tennis, assim como a maioria dos atletas profissionais que mesclam a carreira com cargos de treinadores”, acrescenta.

Entre a vasta galeria de conquistas, Marcela Vita foi uma das três representantes do país no vice-campeonato mundial, na Rússia, no ano passado, junto da também paranaense Rafaella Miller (5ª colocada no ranking mundial) e da carioca Joana Cortez (7ª colocada), da qual é parceira nas duplas. Além disso, a curitibana também já conquistou títulos no Japão, foi vice Pan-Americana e em torneios importantes nas Ilhas Reunião (África) e Itália.

Confira trechos da entrevista com a tenista Marcela Vita: 

Como foi o início da sua relação com o Beach Tennis?

“Eu conheci o esporte depois que voltei para o Brasil, em Santa Catarina. Comecei a praticar fora daqui, acabei indo bem nos torneios e resolvi trazer para Curitiba, pois tinham poucos adeptos na cidade. Em 2015, fizemos o primeiro torneio no Parque Barigui, que teve bastante gente participando. Hoje em dia muitas pessoas aderiram ao esporte.

 

Qual a principal diferença do Beach Tennis para o tênis?

“O Beach Tennis tem uma vantagem grande para o tênis, pois é mais fácil para você aprender. Se receber umas dicas para início, você já consegue jogar uma partida no primeiro dia. Esse é o diferencial”.

 

Conte um pouco da sua principal experiência defendendo o Brasil no Mundial.

“Ano passado eu fui convocada para os treinos da seleção brasileira, junto com seis meninas. Dessas, três foram escolhidas para representar o Brasil no Mundial da Rússia. Eu fui escolhida entre as três, junto da Rafa Miller e da Joana Cortez. Nós fomos até lá representar o país e ficamos com o segundo lugar, perdendo para a Itália na final. Eles são a principal potência mundial, mas o Brasil está chegando perto”.

Quais conquistas são mais marcantes para você até então na sua carreira?

“Eu fui campeã no Japão no ano passado com a minha ex-parceira Samantha Barijan, foi um trampolim para eu subir no ranking. Fui em algumas semifinais em torneios italianos, que são super difíceis, pois as melhores duplas são de lá. Fui finalista nas Ilhas Reunião (na África), onde fui vice-campeã. Mas os melhores resultados foram o vice-campeonato com a seleção brasileira, o vice-campeonato Pan-Americano com a Joana Cortez e o título brasileiro junto com a Rafa Miller, ganhando de várias atletas que eram consagradas. Ninguém esperava e nós ganhamos das melhores do Brasil, isso foi muito legal”.

Confira a entrevista completa com a tenista Marcela Vita no Jornal da Bola:

AO VIVO!!! JORNAL DA BOLA DESTA QUINTA-FEIRA!!!Hoje com a participação de Marcela Vita, curitibana TOP 20 do ranking mundial de Beach Tennis.E claro, tudo sobre Atlético, Coritiba e ParanáAcompanhe e participe!

Posted by Portal Banda B on Thursday, March 29, 2018