Michel Macedo competiu com dores. (Divulgação)
O brasileiro Michel Macedo participou da prova de esqui alpino, na modalidade slalom gigante, nos Jogos de Pyeongchang. Mas não teve um bom desempenho. Ele errou o trajeto e foi eliminado logo na primeira descida.

A prova, basicamente, consiste em descer uma montanha íngreme e obedecer o trajeto delimitado por bandeiras vermelhas e azuis, os gates. São 53 deles no total. A velocidade pode chegar a 90km/h. O brasileiro teve um bom início de prova, mas errou no final e não pôde participar da segunda descida.

Dos 110 competidores, 85 completaram a primeira descida e seguiram na disputa por medalha. Com um percurso bastante técnico e com pouca neve, a primeira parte da prova foi marcada por muitos tombos. O sul-coreano Donghyn Jung chegou a bater nos fotógrafos do lado da pista. Ninguém se feriu.

“A pista está bem dura, a neve está dura, 100% gelo. Também está bem técnica, tem que saber os pontos difíceis. Onde errei, vi caras tops dando a mesma bobeada. Quando manda ver no meio, você acaba esquecendo as curvas difíceis”, disse o brasileiro à TV Globo.

A medalha de ouro na modalidade foi para o austríaco Marcel Hirscher. Foi a segunda conquista do atleta no esqui alpino nesses Jogos Olímpicos. A outra veio no combinado alpino. No slalom gigante neste sábado ele terminou o percurso com o tempo de 2m18s04. A prata ficou com o norueguês Henrik Kristoffersen, com 2m19s31, e o francês Alexis Pinturault, com 2m19s35.

O brasileiro Michel Macedo ainda competirá nos Jogos de Pyeongchang. No dia 22, ele participará do esqui alpino, no slalom.