JMalucelli encerrou suas atividades após o rebaixamento para a Série Prata. (Divulgação/JMalucelli)

O JMalucelli fechou as portas de seu departamento de futebol. Após o rebaixamento no tapetão no Campeonato Paranaense, o Jotinha não compareceu ao arbitral da segunda divisão do estadual e também dispensou todos os funcionários do clube.

Em entrevista à Banda B, o presidente de honra, Joel Malucelli, confirmou o encerramento do projeto. “O Jotinha encerrou as atividades. Todos os funcionários já foram dispensados”, disse, sem entrar em maiores detalhes do motivo.

O Jotinha foi rebaixado neste ano no Campeonato Paranaense em julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A equipe perdeu 16 pontos (sete conquistados em campo e mais nove pelas rodadas disputadas) pela escalação irregular do atacante Getterson nas três primeiras partidas.

Classificado em quarto lugar na primeira fase, o JMalucelli disputou a partida de ida das quartas de final contra o Londrina, mas foi rebaixado na semana seguinte no STJD. O jogo foi adiado e o Jotinha rebaixado para a última colocação.

Após o rebaixamento, a diretoria abdicou da vaga na Série D e manteve apenas o time sub-17, liderado pelo ex-jogador Paulo Rink. Em setembro, Joel Malucelli admitiu que a tendência era encerrar o projeto. “Nós continuamos trabalhando apenas com a base, o Paulo Rink é o coordenador geral. Mais adiante, até o final de dezembro, vamos resolver definitivamente se vamos participar de alguma coisa ou não. Estamos todos de férias, descansando. Apenas o Rink está trabalhando com o sub-17. No mais, estamos fechados para balanço”, declarou, na ocasião.