Por Pedro Melo 

Robson Conceição ganhou todos os combates por decisão unânime. (Divulgação/Time Brasil)

Robson Conceição ganhou todos os combates por decisão unânime. (Divulgação/Time Brasil)

O brasileiro Robson Conceição entrou para a história do boxe brasileiro e conquistou a primeira medalha de ouro na modalidade em Jogos Olímpicos. Robson derrotou o francês Sofiane Oumahi por decisão unânime dos árbitros no primeiro combate entre os dois pugilistas.

Robson Conceição conseguiu maior resultado da história do boxe brasileiro. (Divulgação/Time Brasil)

Robson Conceição conseguiu maior resultado da história do boxe brasileiro. (Divulgação/Time Brasil)

Robson Conceição, do bairro pobre de Salvador chamado São Caetano, teve formação com o técnico Luiz Dórea, responsável também por treinar pela primeira vez nomes de sucessos nas lutas como Acelino “Popó” Freitas, Júnior Cigano e Adriana Araújo e entrou no boxe com o intuito de vencer brigas na cidade baiana.

Porém, o esporte fez com que o atleta entrasse para a história com uma campanha de quatro vitórias e todas por decisão unânime dos árbitros. No primeiro combate, derrotou o pugilista do Tadquistão, Anvar Yunusov. Depois, ganhou do uzbeque Hurshid Tojibaev e na semifinal, derrotou o cubano Lázaro Álvarez.

Além disso, o boxeador supera as eliminações na estreia nas últimas edições para pugilistas da casa. O baiano passou a ter excelentes resultados a partir de 2013, quando foi medalha de prata no mundial. Dois anos depois levou a medalha de bronze também no mundial, além do ouro no torneio continental, derrotando na final o cubano Lázaro Álvarez, mesmo adversário da semifinal no Rio.

Técnico da seleção brasileira de boxe, Mateus Alves, enfatizou o trabalho em equipe feito com todos os pugilistas que também ajudaram Robson na preparação. “A comissão técnica da Confederação Brasileira de Boxe é campeão olímpica. Nada se constroi sozinho, é tudo um conjunto”, declarou.