Por Pedro Melo 

Rolando Ferreira carregou a Tocha do Pan em Curitiba. (Divulgação/Co-Rio)

Rolando Ferreira carregou a Tocha do Pan em Curitiba. (Divulgação/Co-Rio)

No próximo dia 14 de julho, 170 pessoas serão responsáveis por conduzir a tocha olímpica em Curitiba. Apenas 17 nomes já foram divulgados e um deles é de Rolando Ferreira, primeiro jogador de basquete a atuar na NBA e campeão pan-americano com a seleção brasileira em 1987.

Rolando já conduzir a tocha uma vez, mas foi a do Pan-Americano em 2007, quando o evento aconteceu no Brasil. Para o ex-jogador, o fato de ser um dos condutores é fruto de seu trabalho no basquete. “É muito grande a emoção porque é um reconhecimento por tudo que eu fiz no esporte. O basquete fez muito por mim, fico muito grato por terem lembrado de mim”, comentou.

Nas duas vezes em que participou dos Jogos Olímpicos – Seul 1988 e Barcelona 1992 – o ex-atleta ficou em quinto lugar em ambas as oportunidades e acredita que se o Brasil chegar às quartas de final já será um feito para o basquete. “Basquete é muito difícil porque são muitas equipes capazes de brigar por medalha. Se o Brasil ficar entre os oito, já é um grande feito e vai ser motivo de orgulho”, disse.

A preocupação de todos que estão ligados diretamente com alguma modalidade é o legado que a Olimpíada deixará para o Brasil. Rolando lamenta a ausência no trabalho de base e espera que o esporte seja trabalhado cada vez mais nas escolas. “Trabalho de base a gente não vê muito no basquete e nos outros esportes é a mesma coisa pelo que a gente escuta. Precisamos dar mais enfase no esporte escolar e espero que a Olimpíada possa fomentar o esporte na escola”, finalizou.

Confira os 17 condutores já confirmados:

Adir Romeo – técnico da Seleção Brasileira de Ciclismo de Estrada na Rio 2016.
Athos Schwantes – esgrimista classificado para Rio 2016.
Bárbara Domingos – ginasta.
Benedito Oliveira – técnico de Tênis De Mesa Paralímpico.
Danilo Herek – cicloatividade.
Henrique Rodrigues – nadador classificado para Rio 2016.
Leônidas Dias – jornallista esportivo.
Lucas Matheus – estudante da rede municipal e atleta.
Marcelo Alves – ultramaratonista.
Moisés Batista – atleta de rúgbi em cadeira de rodas.
Nelson Bientinez Filho – Ex-técnico e ex-atleta de futsal.
Rafaela Raurich – nadadora.
Richardson dos Santos – atleta paralímpico de bocha.
Rivelino de Almeida – agente de trânsito.
Rolando Ferreira – ex-jogador de basquete.
Vicélia Florenzano – presidente da Federação Paranaense de Ginástica.
Wanderléia Jentsch – coordenadora do Projeto Vor-Rúgbi.