Por Pedro Melo 

A seleção masculina de futebol passou com facilidades pelo único teste antes da estreia nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Jogando no estádio Serra Dourada, em Goiânia, o Brasil dominou a partida durante os 90 minutos e venceu o Japão por 2 a 0, com gols de Gabriel e Marquinhos.

Durante toda a primeira etapa, o time brasileiro jogou no ataque a quase todo o momento e perdeu algumas chances até abrir o marcador aos 32 minutos. Gabriel avançou em velocidade, passou por três marcadores e contou com desvio na defesa japonesa para deixar sua marca.

Após a abertura, a pressão brasileira continuou e Thiago Maia e Neymar mandaram bola na trave. Porém, não demorou muito tempo para sair o segundo gol com o zagueiro Marquinhos que aproveitou cobrança de escanteio na área e cabeceou no canto esquerdo.

Logo na volta do intervalo, o técnico Rogério Micale colocou Renato Augusto na vaga de Felipe Anderson e deixou evidente que o meia, que joga no futebol chinês, será titular na Olimpíada. Além disso, o treinador testou a equipe com quatro atacantes e Luan jogando no lugar de Rafinha. Porém, a seleção diminuiu o ritmo e não correu nenhum risco de levar um gol.

O Brasil agora volta todas as suas atenções para a estreia na Olimpíada que acontece na próxima quinta-feira (04), às 16h, contra a África do Sul, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 2X0 JAPÃO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).
Data: 30 de julho de 2016.
Horário: 16h30.
Árbitro: Wilson Lamouroux Riveiros (COL).
Assistentes: Humberto Clavijo (COL) e John Sánchez (COL).
Público e renda: 32.517 pagantes/33.458 presentes/R$ 1.508.070,00.

Brasil: Uilson; Zeca (William), Marquinhos, Rodrigo Caio (Luan Garcia) e Douglas Santos; Thiago Maia (Rodrigo Dourado), Rafinha e Felipe Anderson (Renato Augusto); Gabriel Jesus, Neymar e Gabriel (Walace).
Técnico: Rogério Micale.

Japão: Nakamura (Kushibiki); Muroya, Shiotani (Iwanami), Ueda e Fujihani (Kamekawa); Endo (Tomiyasu), Harakawa (Oshima), Yajima e Nakajima (Ogawa); Minamino e Koroki (Ideguchi).
Técnico: Makoto Teguramori.