Estadão-6-6-3-1-1-5

(Divulgação/CBG)

Fernando Carvalho é investigado pelo Ministério Público. (Divulgação/CBG)

A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) confirmou  o afastamento do técnico Fernando Carvalho da seleção brasileira de ginástica artística masculina. Faltando menos de um mês para o início dos Jogos Olímpicos do Rio, o treinador de 38 anos foi afastado de forma provisória por enfrentar acusação de abuso sexual.

Carvalho é acusado de abuso sexual pelos pais de um ginasta, menor de idade, que teria treinado com o técnico até pouco tempo atrás. O caso foi revelado pelo jornal Folha de S.Paulo. O Ministério Público, de acordo com o veículo, já abriu procedimento para investigar a acusação.

Além do menor, um outro atleta também já teria prestado depoimento ao MP. Carvalho, que foi afastado de suas funções no clube AD São Bernardo, nega as acusações. Nesta sexta, a Confederação confirmou o afastamento da seleção.

“A CBG esclarece que a medida é cautelar para que o profissional possa se dedicar a sua defesa e até que haja pleno esclarecimento dos fatos”, informou a Confederação Brasileira de Ginástica, em nota oficial.