Por Pedro Melo

Dunga caiu após a eliminação na Copa América. (Divulgação)

Dunga caiu após a eliminação na Copa América. (Divulgação)

O que era especulação nas últimas horas, agora é oficial: Dunga não é mais técnico da seleção brasileira. A segunda passagem do gaúcho pelo Brasil encerrou dias depois do fracasso na Copa América do Centenário, torneio em que a equipe brasileira caiu logo na primeira fase em um grupo com Equador, Peru e Haiti.

Quem também saiu foi o coordenador de seleções Gilmar Rinaldi e a decisão foi confirmada durante reunião com o presidente Marco Polo Del Nero na sede da CBF. Em nota, a entidade fala que o desligamento foi em comum acordo, porém, Rinaldi e Dunga saíram por decisão de Del Nero.

“A Confederação Brasileira de Futebol comunica que decidiu, nesta terça-feira, dissolver a comissão técnica da Seleção Brasileira. Deixam os cargos o coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi, o técnico Dunga e toda a sua equipe. A decisão foi tomada em comum acordo durante reunião nesta tarde e, a partir de agora, a CBF inicia o processo de escolha da nova comissão técnica da Seleção Brasileira. A CBF agradece a dedicação, a seriedade e o empenho da equipe durante a realização do trabalho”, fala a nota da CBF.

Agora, os dirigentes trabalham rapidamente nos bastidores para acertar com um novo treinador e o principal nome é o de Tite, atualmente no Corinthians. A pressa da CBF em acertar com o comandante é que precisa enviar até esta quarta-feira (15) a lista de 35 nomes para a pré-lista da Olimpíada.