Por Pedro Melo

Anderson Varejão foi cortado com lombalgia. (Divulgação/CBB)

Anderson Varejão foi cortado com lombalgia. (Divulgação/CBB)

A seleção masculina de basquete ganhou um desfalque de última hora faltando pouco mais de uma semana para a estreia nos Jogos Olímpicos. O pivô Anderson Varejão, de 33 anos, não estará recuperado a tempo de uma lombalgia e precisou ser cortado da lista de 12 jogadores que vão representar o Brasil.

Em nota emitida por sua assessoria de imprensa, Anderson Varejão admitiu toda frustração pela ausência na Olimpíada. “É frustrante, triste, ainda não estou querendo acreditar nisso”, disse. “Disputar a Olimpíada no meu país, com a minha família, meus amigos e o público brasileiro nunca mais vai acontecer. Parece um pesadelo. Faltam menos de dez dias para os Jogos e sonhei muito com esse momento, a ansiedade era grande, tinha o frio na barriga. Estava feliz”, acrescentou.

O pivô ainda complementou que só pensava nos Jogos Olímpicos desde que o Rio de Janeiro foi escolhido como sede em 2009. “Desde que anunciaram que a Olimpíada seria no Brasil, não conseguia pensar em outra coisa, mesmo durante a temporada, era impossível não imaginar, não lembrar. Infelizmente, por causa de uma lesão, vou ficar fora. É difícil demais aceitar isso”, comentou.

Varejão declarou que consultou vários médicos e todos deram a mesma resposta. Mesmo desconvocado, o jogador quer estar junto com o grupo. “Seria a minha contribuição, seria uma maneira de participar de algo com o qual sonhei por tantos anos”, afirmou.

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) rapidamente confirmou o substituto que será o pivô Cristiano Felício, do Chicago Bulls.