Neymar – Foto: Instagram

Em breve pronunciamento à imprensa neste sábado em Belo Horizonte, os médicos Gerard Saillant, do Paris Saint-Germain, e Rodrigo Lasmar, da seleção brasileira, defenderam a versão de que não há discordância entre o clube francês e a CBF nas decisões envolvendo a recuperação de Neymar.

O atacante brasileiro passou neste sábado por cirurgia em razão de uma fratura no quinto metatarso do pé direito. “Não houve qualquer desentendimento entre Neymar, PSG e seleção nas decisões sobre a recuperação de Neymar”, afirmou Saillant.

Lasmar também detalhou como foi a operação de Neymar e revelou que foi realizado um enxerto ósseo com a intenção de acelerar o processo de recuperação. O atacante deverá receber alta hospitalar neste domingo da unidade Contorno do hospital Mater Dei, em Belo Horizonte.

“A cirurgia durou cerca de 1 hora e 15 minutos, com sucesso e sem qualquer intercorrência. Ele está no quarto, com previsão de alta na manhã de domingo. Ele colocou um parafuso no quinto metatarso do pé direito, com enxerto ósseo para acelerar a consolidação”, afirmou o médico da seleção brasileira.

Assim que Neymar deixar o hospital, ele iniciará a recuperação com o fisioterapeuta Rafael Martini. Ele faz parte do seu estafe desde a época do Santos, mas também compõe as comissões do PSG e da seleção brasileira. E Lasmar fez questão de ressaltar isso, para mostrar a integração entre eles.

“A fisioterapia começará imediatamente com Rafael Martini, que também é do PSG e da seleção. E isso mostra integração entre todas as partes. Acompanharemos todos os passos”, comentou Lasmar, que liderou e realizou a cirurgia do atacante.

Como já havia sido revelado em nota oficial divulgada por PSG e CBF, Neymar passará por nova avaliação em seis semanas para uma determinação mais precisa sobre quando ele poderá voltar a atuar – a previsão inicial de Lasmar, antes da operação, era de que o atacante poderia ficar até três meses sem operar. “Ainda não há uma determinação de prazo. Em seis semanas, ele fará exames de imagem para avaliar a resposta da evolução”, explicou.

De acordo com Saillant, Neymar repousa no quarto ao lado dos seus amigos no hospital, acompanhando a partida entre Troyes e PSG, pelo Campeonato Francês. Na semana passada, no domingo, ele sofreu a fratura no quinto metatarso do pé direito durante o jogo contra o Olympique de Marselha.