Carlos Eugênio Simon admitiu erro em partida decisiva do Brasileirão. (Geraldo Bubniak)

O ex-árbitro Carlos Eugênio Simon admitiu um erro importante na briga do rebaixamento e também do título do Campeonato Brasileiro de 2009. Durante encontro com o ex-atacante Obina, em programa na Fox Sports, o comentarista pediu desculpas por anular seu gol na partida entre Fluminense e Palmeiras.

“Não foi escanteio, era tiro de meta. Depois, foi cobrado o escanteio, o zagueiro afastou, deu rebote e o Obina fez. Eu apitei antes. Assumo que errei. Era tiro de meta, mas fiquei com uma pulga atrás da orelha. O cara dá perigo de gol. Eu via a fita para ver onde errei e vi que a gritaria era enorme. De fato, o lance era tiro de meta, foi um equívoco. Tentei acertar e acabei errando. Se acontece o gol, o outro lado iria reclamar, pois era tiro de meta”, comentou Simon.

Na ocasião, o Palmeiras abriria o placar contra o Fluminense. Porém, o resultado final foi 1 a 0 para o time carioca. Com a derrota, o Alviverde paulista perdeu a liderança na reta final e não voltou mais para a primeira colocação. Já os cariocas conseguiram três pontos importantes para escapar do rebaixamento.

Caso o gol tivesse sido validado, o Fluminense teria ficado sem os três pontos da partida e seria rebaixado para a segunda divisão. O primeiro time que caiu para a Série B naquele ano foi o Coritiba que terminou com 45 pontos, um a menos que o Tricolor carioca.