Neymar e o pai – Instagran – Arquivo

Neymar da Silva Santos, pai do atacante Neymar, resolveu falar sobre a contusão de seu filho. No início da noite desta terça-feira, ele entrou em contato com a ESPN Brasil, explicou a contusão do atacante do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira e afirmou que a decisão de operar ou não o jogador por conta da lesão no quinto metatarso do pé direito será tomara pelo departamento médico do clube francês e não por seu estafe.

“Estamos esperando o PSG decidir se o Neymar passará por uma cirurgia ou não. Não somos nós. Precisamos pensar no atleta Neymar, para que ele não seja prejudicado lá na frente. Estamos esperando o médico da seleção brasileira chegar a Paris. O PSG já sabe que perdeu o Neymar por oito semanas”, afirmou o pai do jogador no programa Bate Bola na Veia.

Neymar pai ainda explicou a contusão de seu filho. “O tendão inserido na fíbula esticou, puxou e aí causou uma fissura no quinto metatarso. Com o tempo ela pode consolidar. Vamos esperar o que o PSG vai resolver”, reafirmou.

“Com cirurgia ou com a recuperação tradicional, no final de abril o Neymar vai estar apto a jogar futebol”, disse o pai do atleta, que descartou qualquer possibilidade de o filho estar em campo no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa contra o Real Madrid, marcado para a próxima terça-feira, em Paris. “Não existe nenhuma chance”.

O pai do jogador se mostrou irritado com as informações que davam conta de que Neymar é quem decidiria se iria operar. “Já disse, não é o Neymar quem vai decidir. Tem gente que precisa segurar a língua na boca”, afirmou. Em novo contato com o programa, ele reiterou as críticas à parte da imprensa. “Não podemos ter informações especulativas. Tem que ter cuidado e responsabilidade”.