Axel Witsel, ex-Zenit, vai jogar no futebol chinês (Divulgação/Zenit)

Jadson e Geuvânio terão um parceiro famoso na próxima temporada. Nesta terça-feira (3), o Tianjin Quanjian enfim confirmou a contratação do belga Axel Witsel, de 27 anos, destaque do Zenit, da Rússia, e que era desejado pela Juventus, da Itália. Os valores não foram revelados, mas na imprensa europeia aparecem números que vão de 20 a 50 milhões de euros. Ele só tinha contrato com o Zenit até julho.

O mais impressionante, porém, é o salário que Witsel receberá na China. Novamente, os valores na imprensa europeia não batem, mas as especulações vão de 16 a 20 milhões de euros por ano. Na cotação do dia, isso daria de R$ 54 a R$ 67 milhões de salários, num contrato de cinco anos.

Como seu contrato com o Zenit estava por vencer, Witsel poderia assinar um pré-contrato com outro clube já em janeiro. A Juventus, porém, havia oferecido uma compensação ao time russo para tê-lo já agora. Quando os chineses entraram no jogo, porém, os valores saíram da realidade europeia. No Zenit, Witsel recebe cerca de 3 milhões de euros ao ano.

“Foi uma decisão muito difícil porque, por um lado tinha uma oferta de uma grande equipe como a Juventus, e por outro tinha uma proposta que não poderia recusar pelo futuro da minha família”, afirmou Witsel ao jornal italiano Tuttosport.

No Zenit desde 2012 depois de passar pelo Benfica, Witsel fez 180 partidas pelo clube russo, marcando 22 gols. Agora, se junta ao time que começou 2016 com Vanderlei Luxemburgo como técnico.

Para o lugar do brasileiro, o Tianjin Quanjian contratou Fabio Cannavaro, que levou o time ao título da segunda divisão da China, conseguindo o acesso para elite. O belga ocupará a vaga de estrangeiro que era de Luis Fabiano, atacante que tem tudo para voltar ao Brasil e negocia com Santos e Ponte Preta.

Só neste começo de janela de transferências, o futebol chinês já ganhou o meia Oscar, que acertou com o Shanghai SIPG após o clube pagar 60 milhões de euros ao Chelsea, e com o atacante Carlito Tevez, que fechou com o Shanghai Shenhua. O clube disse que pagou US$ 11 milhões ao Boca Juniors e as informações são de que ele vai receber US$ 40 milhões em dois anos de contrato.

Além disso, o Tianjin Quanjian havia contratado o volante sul-coreano Kyung-Won Kwon, junto ao Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos. Pagou cerca de US$ 10 milhões.