O Coritiba venceu o seu primeiro compromisso na Copa do Brasil, mas o placar de 1 x 0 não foi suficiente para evitar um novo confronto com o Ypiranga. Jonas marcou o único gol da partida aos 21 minutos. Apático em campo, o time de Marcelo Oliveira não demostrou interesse em liquidar a partida e acabou não conseguindo marcar o segundo gol. Pressionado em campo pelo Ypiranga, desfalcado por uma expulsão ainda na primeira etapa, o Coxa jogou a decisão para o confronto do dia 24 de fevereiro, às 19h30, no Couto Pereira.

Pressão do Ypiranga

O time da casa começou na pressão pra cima do visitante Coritiba já aos 6 minutos, depois que Cleiton recebeu livre, deixou Pereira pra trás e bateu por cima do gol, desperdiçando uma boa chance de abrir o marcador. O Coxa começou em ritmo lento e o Ypiranga se jogava ao ataque, abusando das faltas duras. Emerson, meia do time da casa, levou amarelo, e, depois de reclamar com árbitro, levou o segundo e foi expulso de campo, aos 16. Na bola levantada na área, Bill fura e a sobra fica com Jonas, que manda pro fundo das redes para marcar o primeiro do Coritiba.

O gol não assustou o Ypiranga, que seguiu levando perigo à meta de Edson Bastos. O Coritiba era superior, mas deixava espaços e o meio campo do time de Erechim conseguia se articular para colocar os atacantes próximos do gol. Aos 26, João Lima recebeu cruzamento de Giovani, cabeceou livre na área e mandou pra fora.

Com a vantagem de ter um homem a mais, o Verdão não conseguia chegar para marcar o segundo e dar novos rumos à partida. Pelo contrário, correu muito para impedir as boas jogadas do Ypiranga, que se lançou para tentar o empate. Saulo ainda teve tempo de furar diante do gol e perder mais uma oportunidade de gol para time de Erechim.

Apatia x marcação forte
Na volta da etapa complementar, o técnico Marcelo Oliveira optou pela saída de Léo Gago para a entrada de Willian. De novo, o Ypiranga começou no ataque, mas era incompetente nas finalizações. Com erros de marcação, o Coxa se abriu e não conseguia se articular na meia-cancha, deixando também de investir nas jogadas laterais.

O Coritiba estava longe de conseguir ampliar o placar e o Ypiranga esteve muito perto de empatar a partida. Depois da confusão na área coxa-branca, Thiago Gasparino carimbou o travessão. O Coxa respondeu com Anderson Aquino, que recebeu livre, chutou na trave e, no rebote, mandou longe do gol.

Em boa jogada, Bill deu um chapéu em dois marcadores e rolou para Anderson Aquino, que foi cortado pela defesa. A marcação fechada do Ypiranga complicou a vida do ataque alviverde, que teve que arriscar chutes de longa distância para tentar decidir o jogo.

Marcos Aurélio pouco fez na partida e foi substituído por Lelê, aos 37. Pouco a pouco, Marcelo Oliveira sacou os principais jogadores do time, já de olho no clássico Atletiba do próximo domingo. O Coxa lutou, mas o segundo gol não saiu e a decisão ficou para a partida no Couto Pereira.

Ficha técnica

Copa do Brasil 2011 – 1ª rodada

Ypiranga 0x1 Coritiba
Local: Colosso da Lagoa
Data: 16/02/2011
Horário: 19h30

Árbitro: Celio Amorim
Assistentes: Angelo Becchi e Claudemir Mafessoni

Coritiba: Edson Bastos, Jonas, Pereira, Emerson, Eltinho, Leandro Donizete, Léo Gago (Willian), Davi (Anderson Aquino), Rafinha, Marcos Aurélio (Lelê) e Bill
Técnico: Marcelo Oliveira
Banco: Vanderlei, Cleiton, Lucas Mendes, Willian, Tcheco, Lelê e Anderson Aquino

Ypiranga: Bruno Grassi, Thiago, João Lima (Frede), Mateus, Emerson, João Paulo, Cleiton, Saulo, Tiago Pereira (Sylvestre), Geovani (Cristiano) e Pansera
Técnico: Agenor Piccinin
Banco: Luiz Carlos, Frede, Cristiano, Cassiano, Gilvan, Elcimar e Sylvestre

Cartões Amarelos: Thiago (Ypiranga), Emerson (Ypiranga), Léo Gago (Coritiba), Edson Bastos (Coritiba), Willian (Coritiba), Frede (Ypiranga), João Paulo (Ypiranga)

Cartões Vermelhos: Emerson (Ypiranga)

Gols: Jonas, aos 21′ do 1º tempo (Coritiba)

Público pagante: Não divulgado
Público total: Não divulgado
Renda: Não divulgada