Nem mesmo a grande distância entre Curitiba e Rio Branco (AC) impediu torcedores do Atlético Paranaense de acompanharem o clube do coração. Durante o treinamento da equipe rubro-negra no estádio Florestão, na capital acriana, foi possível encontrar fanáticos com suas camisas e bandeiras espalhados pelas arquibancadas. Um desses aficcionados é Vilmar de Bróbio, 53 anos.

Ele deixou esposa e filhos na capital paranaense, entrou num avião e decolou para o Acre somente para acompanhar a estreia do Furacão na Copa do Brasil. “Desde que saiu a tabela da Copa do Brasil eu comprei a passagem para acompanhar o time em Rio Branco”, contou.

Vilmar disse que acompanha o Atlético há vários anos e não perde um jogo na Arena, onde é sócio e detentor de cinco cadeiras. “É a paixão pelo clube que vem desde criança. Minha mãe e agora meus filhos, todos são atleticanos. Acompanho o Atlético há muitos anos. Sou sócio e vou diretoà Arena”, relatou.

Essa é a segunda viagem longa, interestadual, que Vilmar faz apenas para torcer pelo Atlético. “Ano passado fui para Vilhena (RO) acompanhar o jogo que terminou com o placar de 2 a 2. Agora espero que o Atlético vença logo no primeiro confronto”, afirmou.

O torcedor acredita na força do Furacão e espera que neste ano o time avance muito na competição mata-mata, sem esquecer o campeonato estadual. “A Copa do Brasil não é fácil, mas vamos torcer. Agora chega o Geninho e vamos ver se, pelo menos, chegamos a decisão. E no Campeonato Paranaense ainda acredito no titulo. É vencer o 2.º turno e decidir”, finalizou o entusiasmado torcedor.