O Toledo Colônia Work aguarda a resposta do pentacampeão mundial Rivaldo sobre a proposta que fez no começo de outubro para que ele jogue na equipe do interior do Paraná. O clube sonha em contar com o ex-meia do Barcelona, Milan e Seleção Brasileira para a disputa do Campeonato Paranaense do próximo ano.

O Toledo, que não disputa nenhuma competição no segundo semestre, está parado desde o final do último Paranaense, quando o time do oeste do estado terminou em sétimo. Para reforçar a equipe e ainda impulsionar as vendas do setor de marketing do clube, o presidente Irno Picinini espera contar com o experiente meia que atualmente se recupera de lesão e tem contrato com o Kabuscorp, de Angola.

O dirigente não revelou detalhes da proposta oferecida ao craque, mas confirmou que os salários do jogador seriam bancados com ajuda de patrocinadores.

Especula-se que os salários do jogador girem em torno de R$ 250 mil por mês e que o contrato de cinco meses proposto pelo Toledo totalize R$ 1,2 milhões ao craque. Mesmo com altos valores, a exposição na mídia e o retorno que viria para o clube são suficientes para deixar o Picinini otimista em relação à chegada de Rivaldo.

O prazo para o jogador responder à proposta do clube paranaense vai até o meio de novembro. Até lá, a torcida e a diretoria do Toledo ficam na expectativa da vinda do craque consegrado.

* da Agência Futebol Interior