O Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR)decidiu, por unanimidade, manter a punição ao Foz do Iguaçu pela escalação de jogador irregular na vitória por 1 a 0 sobre o Campo Mourão pela Divisão de Acesso do Paranaense. A pena inicial, que consistia na perda de seis pontos, foi mantida no julgamento realizado na noite desta quarta-feira (10).

O clube foi representado pelo advogado Domingos Morro e alegou que o erro partiu da Federação Paranaense de Futebol. O Foz garante que Alison, que estava suspenso pelo terceiro amarelo, cumpriu suspensão no jogo contra o São José, desistente da Série Prata.Segundo a FPF, o vencedor do confronto foi o Azulão, por W.O., situação que, segundo o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), serve para cumprimento de suspensão.

Com a decisão do TJD, as semifinais da Divisão de Acesso devem ser retomadas neste fim de semana, com as partidas entre Londrina e Nacional de Rolândia, que fica com a vaga do Foz, e Toledo x Metropolitano Maringá. O Foz do Iguaçu pode recorrer da decisão.