Sem vencer há três partidas, o Tricolor já acende a luz de alerta na Série B e agora tenta corrigir os erros apresentados diante do Barueri, visitante indigesto que deixou a Vila Capanema com três pontos a mais na bagagem. O placar de 3 a 1 para o time de Estevam Soares não foi justo se considerado tudo o que time apresento. Pelo menos essa é a opinião do comandante tricolor, Roberto Fonseca.

“Esse é um momento de preocupação porque não conseguimos somar pontos. Um jogo atipico desde que assumi o Paraná”, avaliou Fonseca, que cobrou mais personalidade do time em campo e justificou as substituições. “Você tem que saber o timing de alguns jogadores. O Giancarlo é vigoroso, então poderia ser expulso a qualquer momento. Borebi e Ricadinho era pra dar mais velocidade”, explicou.

Marco Piza
Treinador diz que situação preocupa, mas não deve mudar esquema tático

E quando jogar bem não resolve, as críticas sobram para o setor ofensivo que, no jogo desta sexta-feira sofreu com os seguidos erros. “Tivemos a cobrança do Gian [Giancarlo], do Jefferson. Quando algumas situações não funcionam, as cobranças são normais. São coisas do futebol: tivemos o domínio, mas o que importa é bola na rede”, acrescentou o treinador.

Para o próximo jogo contra o ABC, o treinador, que contou com uma dupla de zagueiros de função, não pretende reformular o esquema tático do grupo. “Essa postura é a que nos levou ao G4, então não adianta eu querer fazer nada diferente. Quem tem que saber o que é melhor para o Paraná sou eu”, desabafou.