Por Rodrigo Dornelles

Há oito anos, dois times entravam em campo para aquela que seria a primeira partida de futebol americano full pads (com equipamentos de proteção) do Brasil. Na ocasião, Curitiba Brown Spiders e Barigui Crocodiles davam o kickoff para que a bola oval tomasse conta do país. Em 2016, os dois pioneiros do futebol americano brasileiro, agora Brown Spiders FA e Coritiba Crocodiles, realizaram mais uma ação visando o futuro do esporte no Brasil. As equipes de base dos dois clubes foram a campo para um treinamento conjunto.

Sub-19 de Croco e Spiders realizaram treino conjunto. (Facebook/ Crocodiles)

Sub-19 de Croco e Spiders realizaram treino conjunto. (Facebook/ Crocodiles)

Na semana que antecede o maior clássico do futebol americano nacional, que será disputado no final de semana pela Superliga Nacional, os times Sub-19 de Spiders e Croco realizaram, pela primeira vez, um treinamento conjunto. A movimentação foi feita no Complexo Esportivo Brown Spiders. “Se queremos um dia que o FA (futebol americano) seja reconhecido, ele deve cada vez mais buscar as crianças, mostrando para elas a inteligência do jogo e todas suas destrezas”, comenta, em entrevista à Banda B, o diretor técnico e center da equipe principal do Spiders, Rômulo Tuleski.

Da base é que vem os futuros jogadores do time principal. Quanto mais cedo se despertar o amor pelo futebol americano, mais fácil de o esporte entrar no cotidiano das pessoas. E é apostando no trabalho com os jovens que as equipes criam as categorias de base da bola oval brasileira. “Sem dúvida a categoria de base é o que renova e alimenta a equipe principal. Cobrimos buracos e necessidades da equipe principal. O futuro da equipe está ali,” destaca Tuleski.

Os times curitibanos, referências no esporte no país, foram pioneiros em 2008 e voltam a protagonizar uma ação importante no desenvolvimento do futebol americano no Brasil. E Rômulo Tuleski garante que não vão parar por aí. “Com certeza já temos buscado novas experiências para os meninos Sub-19. Já temos algo marcado com o HP JR (Paraná HP) no mesmo estilo. E vamos buscar mais até o final do ano, sem dúvida”, afirma o diretor técnico do Brown Spiders.