Ouça o áudio

Valquir Aureliano
Marcação cearense bem que tentou, mas não segurou ataque tricolor

Arquibancadas lotadas e liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. O feriadão não foi obstáculo para a torcida que lotou a Vila Capanema e bateu o recorde de público na temporada. Ao todo, 8.980 paranistas viram de pertoa vitória do Paraná Clube por 2 a 0 sobre o Icasa, com gols de Lima e Jefferson Maranhão. Aapresentação inquestionável colocou o Tricolor na liderança provisória da Segundona com 14 pontos. (Ouça os gols do Tricolor na narração de Paulo Sérgio no ícone acima)

Para terminar a rodada na ponta, o Paraná tem que torcer contra a Ponte Preta, que tem 13 pontos e enfrenta o Vitória amanhã, em casa. A Portuguesa, com 11, também não pode vencer o Goiás no Serra Dourada no confronto deste sábado.Na próxima terça-feira (28), o time da Vila enfrenta o Vitória, no Barradão, às 21h50, pela oitava rodada do Brasileirão Série B.

Domínio paranista

Mesmo em ritmo tranquilo, o Paraná já mostrava todo o seu potencial ofensivo no início da partida e a marcação do Icasa teve que se reorganizar para não ser surpreendida. O gol tricolor, porém, não demorou a sair: aos 16 minutos, Lima entrou em velocidade na área e bateu cruzado, sem chances para o goleiro do time cearense. Soberano, o Paraná seguiu atacando e teve boas chances de ampliar com o estreante Cambará e Giancarlo.

Rápida, a equipe de Roberto Fonseca anulou as jogadas do Icasa, que não conseguia se equilibrar na partida. No fim do primeiro tempo é que o time cearense conseguiu criar algumas chances, mas nada que abalasse a defesa paranista. Aos 43, Wellington caprichou no passe e presentou Jefferson Maranhão que marcou o segundo gol do Paraná Clube.

Icasa reage, mas Tricolor administra vantagem

Na volta dos vestiários, o técnico Dado Cavalcanti sacou Janilson e Elielton e colocou Vanderson e Preto em campo para tentar reverter o placar. As mudanças surtiram efeito, já que o Icasa voltou mais ligado que o Tricolor na etapa complementar. A resposta de Roberto Fonseca à acomodação do time veio na substituição de Jefferson Maranhão por Diego. Na defesa, Luiz Camargo também teve oportunidade de entrar em campo no lugar de Cambará.

O Icasa cresceu em campo e teve até uma bola perigosíssima carimbada no travessão de Zé Carlos. Aos 25, Júlio César chutou sem dó e por pouco não diminuiu o placar. O time cearense diminuiu o ritmo e o Paraná aproveitou para administrar a posse de bola, desperdiçando, ainda. uma grande chance de fazer o terceiro na Vila. O goleiro Marcelo Pitol deu rebote no chute de Oliveira e acabou se atrapalhando: com o gol absolutamente livre, Diego não aproveitou e mandou pra fora. Nada que atrapalhasse a festa da torcida paranista que agora torce por um tropeço de Ponte Preta e Portuguesa para se manter na liderança da Série B.