Divulgação UFC
Evento aconteceu em San Jose na Califórnia

O UFC 139 foi de vitória e nostalgia para um dos brasileiros no ringue. Wanderlei Silva, o “cachorro louco”, voltou a vencer após um longo jejum e mostrou que a boa forma está de volta.

De acordo com o Portal R7, o combate entre Maurício Shogun e Dan Henderson mostrou o que o público busca no UFC, grandes batalhas com alta competitividade na categoria meio-pesados. O americano venceu o brasileiro em uma luta de cinco rounds com decisão unânime dos juízes. Já no duelo brasileiro, Gleison Tibau venceu Rafael dos Anjos após uma luta equilibrada decidida nos detalhes.

Wanderlei após nocautear adversário

Muitos duvidavam que Wanderlei Silva pudesse retornar aos ringues e mostrar um alto nível nos combates, mas o “cachorro louco” respondeu da melhor forma possível no UFC 139, com um nocaute sobre o vietnamita Cung Le, de 39 anos, no segundo assalto.

Wandeco mostrou a velha e boa forma em uma grande sequência de golpes sobre o adversário. A combinação de soco, cotoveladas e joelhadas obrigou o árbitro da luta a interromper o combate e dar ao brasileiro a vitória por nocaute técnico.

Já no confronto brasileiro, Gleison Tibau mostrou que está em um bom momento e venceu Rafael dos Santos em uma luta equilibrada. Mas no terceiro assalto, enquanto Dos Anjos era mais agressivo, Tibau conseguiu entrar na guarda, acertar um bom golpe e derrubar Rafael dos Anjos que conseguiu levantar. Após a queda, Tibau manteve o ritmo, venceu o combate e espera agora a chance de enfrentar o campeão dos pesos leves, Frankie Edgar.

Dan Henderson mostrou que está pronto para a disputa do cinturão dos meio-pesados. Shogun tentou impor o ritmo da luta, mas foi o americano que dominou todo o combate. O brasilero mostrou resistência e, mesmo com uma parada no terceiro assalto para ser examinado, voltou e continuou no ringue.

No quinto assalto, Maurício Shogun dominou a luta e tentou o nocaute, mas o desgaste diminuiu a potência dos golpes que não foram suficientes para derrubar o americano.