Número 2 do mundo, Williams estreou com vitória no Torneio de Auckland (Divulgação)

A norte-americana Serena Williams encerrou com vitória um período de quatro meses sem entrar em quadra. Nesta terça-feira, a número 2 do mundo oscilou na sua partida de estreia no Torneio de Auckland e na temporada, mas superou sem grandes sustos a francesa Pauline Parmentier, 69ª colocada no ranking da WTA, por 6/3 e 6/4.

Serena teve que esperar um dia para fazer a sua estreia no evento, pois a chuva a impediu de jogar na última segunda-feira. Dessa vez, foi o vento que perturbou a americana, atrapalhando o seu saque na quadra aberta do Centro de Tênis de Auckland.

Ela levou 1 hora e 14 minutos para vencer Parmentier, tendo disparado oito aces, incluindo o que definiu o seu triunfo, mas também prolongou o duelo com uma série de erros não-forçados, incluindo quatro duplas faltas.

“Vocês sempre se sente enferrujada indo para o seu primeiro jogo”, disse Serena. “Definitivamente, eu me senti, mas mentalmente eu sabia como me recuperar e chegar lá. Estava ventando muito lá, mas acho que no vento você realmente tem que estar pronta para se movimentar, então fiz o que o meu treinador me disse e foi como ‘Você sabe como jogar no vento, você já fez isso muitas vezes antes’, então eu apenas tentei me ajustar a isso”.

Serena teve um início ruim, perdeu o seu saque no primeiro game e depois não fez sequer um ponto no serviço de Parmentier. Depois, porém, cresceu, foi vencendo os seus games de serviço com facilidade e converteu break points no sexto e oitavo games para fechar o primeiro set em apenas 29 minutos.

Ela também teve problemas para colocar seu primeiro saque em quadra, mas venceu 80% dos pontos disputados quando o fez. Serena conseguiu uma quebra de serviço no terceiro game do segundo set, mas perdeu seu saque na sequência e depois salvou três break points. No sétimo game, voltou a ficar em vantagem com break point convertido, encaminhando a sua vitória.

Depois da partida, Serena garantiu que aprendeu nas últimas semanas a lidar melhor com a pressão. “É algo que eu sinto que estou lidando melhor nos últimos meses e espero poder lidar com isso melhor este ano”, disse Serena, que vai encarar nas oitavas de final a compatriota Madison Brengle, número 72 do mundo, que superou a também norte-americana Jamie Loeb (6/4 e 7/6).

Ex-número 1 do mundo, a dinamarquesa Caroline Wozniacki impressionou ao bater em apenas 50 minutos Nicole Gibbs, dos Estados Unidos e 88ª colocada no ranking, por 6/1 e 6/0. A sua próxima rival vai ser a norte-americana Varvara Lepchenko (89ª), que bateu a australiana Arina Rodionova por 6/3 e 6/4.

Em duelo checo, Barbora Strycova, a número 20 do mundo, derrotou Barbora Stefkova (171ª) por 6/4 e 6/3, e agora terá pela frente a também compatriota Lucie Safarova.

A belga Yanina Wickmayer, a letã Jelena Ostapenko, a norte-americana Lauren Davis, a croata Mirjan Lucic-Baroni e a japonesa Naomi Osaka também avançaram na estreia em Auckland. Já a norte-americana Venus Williams empatava em 2/2 no primeiro set com a neozelandesa Jade Lewis quando o duelo foi interrompido.