Corinthians venceu o Vasco na Florida Cup (Divulgação/Agência Corinthians)

O Corinthians garantiu a sua vaga na final da Florida Cup ao vencer, sem dificuldades, o Vasco por 4 a 1, nesta quarta-feira, no Bright House Networks Stadium, em Orlando, nos Estados Unidos. Os paulistas atuaram cada etapa com um time diferente e confirmaram o resultado com gols no primeiro tempo. Agora, o clube alvinegro aguarda o vencedor do duelo entre São Paulo e River Plate, que se enfrentam nesta quinta, para ver quem disputará a final. A decisão ocorre neste sábado.

Em sua primeira partida oficial na temporada, o Corinthians mostrou falta de entrosamento e ritmo em alguns momentos, mas o técnico Fabio Carille optou por utilizar o mesmo esquema tático que foi consagrado por Tite no clube, o 4-1-4-1, com Jô atuando como o atacante mais avançado e Gabriel fazendo a função que era de Ralf tempos atrás.

Com isso, o time tinha uma postura sólida em campo e acabou chegando ao gol em uma bela tabela no meio da defesa vascaína. Aos 20 minutos, Camacho arrancou, tocou para Rodriguinho e recebeu sozinho, na área, livre para marcar na saída do goleiro uruguaio Martín Silva. A maioria corintiana no estádio vibrou bastante.

Após o gol, o Corinthians continuou melhor, mas não conseguia anular o vascaíno Nenê, que ditava o ritmo de seu time e tentava levar os cariocas à frente. Aos 24 minutos, Eder Luís recebeu a bola na esquerda, arriscou para o gol e o chute entrou no ângulo, sem chance para o goleiro Cássio.

Com o empate, o Vasco melhorou e passou a dominar o duelo. O Corinthians errava muitos passes e quase não levava perigo. Só que antes do intervalo, em uma jogada muito parecida com a do primeiro gol, o time paulista fez o segundo. Marlone passou pelo meio da marcação vascaína, tabelou com Romero e saiu na cara gol Ele só teve o trabalho de tirar de Martín Silva para colocar o Corinthians novamente em vantagem.

Na etapa final, os paulistas trocaram os 11 jogadores, como já havia sido programado pelo técnico – a competição permite isso. O time não apresentou o mesmo brilho do primeiro tempo, mas correu bastante e se esforçou na marcação. O Vasco, por sua vez, não conseguia criar as jogadas para chegar ao ataque.

O ritmo do duelo diminuiu e o Corinthians pouco se arriscou, mesmo tendo jogadores como Giovanni Augusto, Guilherme e Marquinhos Gabriel, titulares no ano passado, e o estreante Kazim. No final, vitória merecida, principalmente pelo que apresentou no primeiro tempo, e vaga na final da competição.

Mesmo sem fazer grande esforço, o time paulista liquidou o jogo aos 36 minutos. Marquinhos Gabriel aproveitou corte errado de Rodrigo, foi até a linha de fundo e da esquerda cruzou na medida para Kazim desviar de cabeça e marcar o seu primeiro gol pela equipe.

Aos 44 minutos, ainda deu tempo de Marquinhos Gabriel transformar a vitória em goleada. Kazim saiu em velocidade, partiu pela direita e cruzou rasteiro para Marquinhos Gabriel empurrar para as redes e garantir a vitória.

QUINTO LUGAR – Antes de Corinthians x Vasco, a fase de Playoffs da Florida Cup definiu o quinto lugar. Ele ficou com o Millonarios, da Colômbia, que bateu o Barcelona, de Guayaquil (Equador), por 1 a 0. O gol de Juan Guillermo Domínguez, em cobrança de falta, aconteceu aos 43 minutos do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 x 1 VASCO

CORINTHIANS – Cássio (Caíque); Fagner (Léo Príncipe), Pedro Henrique (Yago), Balbuena (Vilson) e Moisés (Marciel); Gabriel (Giovanni Augusto), Camacho (Cristian), Marlone (Guilherme), Rodriguinho (Marquinhos Gabriel) e Romero (Kazim); Jô (Paulo Roberto). Técnico: Fábio Carille.

VASCO – Martín Silva; Madson (Yago Pikachu), Luan, Rodrigo e Henrique (Alan Cardoso); Evander (Bruno Galo), Julio dos Santos (Andrezinho) e Nenê; Guilherme Costa (Escudero), Thalles (Éderson) e Eder Luis (Mateus Pet). Técnico: Cristóvão Borges.

GOLS – Camacho, aos 20, Eder Luis, aos 24, e Marlone, aos 45 minutos do primeiro tempo; Kazim, aos 36, e Marquinhos Gabriel, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Gabriel e Paulo Roberto (Corinthians); Julio dos Santos e Rodrigo (Vasco).
ÁRBITRO – Esteban Rosano (Estados Unidos).
RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.
LOCAL – Bright House Networks Stadium, em Orlando (Estados Unidos).