O primeiro caso público de indisciplina no elenco do Coritiba foi rapidamente contornado. Pelo menos é o que o técnico Marcelo Oliveira e o atacante Marcos Aurélio foram incisivos em afirmar após os trabalhos de preparação para o desafio desta quarta-feira, contra o São Paulo. Após o empate sem gols com o Bahia pela décima rodada, o jogador saiu de campo visivelmente irritado com o resultado e, principalmente, com o fato de ter sido substituído pelo comandante alviverde. O caso repercutiu, mas o jeito mineiro de ser do técnico já ditava o que viria depois. Tratada internamente, a explosão de Marcos Aurélio já é página virada no elenco do Verdão.

“Uma cobrança é a gente não criar problemas. O ambiente é tão bom, pouca indisciplina aconteceu, mas essas situaçãoes são superadas. A gente tá aqui pra trabalhar tecnicamente, pra escalar, mas também pra conter situações que possam ocorrer”, ressaltou o comandante do Coritiba, que destaca o trabalho em conjunto do grupo, tanto para manter o equilíbrio aos atletas, quanto para gerenciar possíveis crises.

Ainda na Bahia, Marcos Aurélio procurou o técnico para se desculpar e justificar as declarações. “Isso já é uma situação superada, o Marcos Aurélio me procurou uma hora e meia depois do jogo já se desculpando e sabendo que ele se equivocou”, contou Oliveira. “O jogador pode até ter vontande de jogar, isso é saudável, mas ele não pode manifestar publicamente, assim como eu também não exponho o alteta. Tem que ter sempre um senso crítico bem apurado”, aconselhou.

Divulgação/Coritiba
Jogador se desculpou com técnico e grupo e quer “colocar uma pedra” no episódio de nervosismo

“No momento em que você tá de cabeça quente, acaba falando coisa”, justificou o atacante.”Já foi resolvido. Agora é colocar uma pedra no assunto”, enfatizou o jogador, que ficou dois meses afastado dos campos para se recuperar de uma lesão. “Se vier a minha substituição, eu vou entender como deve ser entendido com o professor Marcelo, como todos os jogadores”, avisou, como quem aprendeu as cobranças que recebeu até dos companheiros.

Marcos Aurélio deve ter uma nova chance entre os titulares do Verdão no jogo contra o São Paulo. No treinamento desta terça-feira, Marcelo Oliveira testou duas formações diferentes, com os três meias Rafinha, Davi e Marcos Aurélio mais soltos, amparados pelos dois volantes Léo Gago e Gil. Jonas ainda é dúvida, já que sentiu uma lesão ontem e saiu de campo. Demerson, que deve ser improvisado como volante, é a surpresa no meio campo do Coritiba. “Ele já vem treinando muito bem como volante, é forte e tem certa técnica”, elogiou o técnico.

O time que entra em campo devetá ter: Edson Bastos, Jonas, Pereira, Emerson, Eltinho; Gil, Léo Gago, Rafinha e Davi, Marcos Aurélio e Bill.

A Banda B transmite Coritiba x São Paulo a partir das 21h na narração de Fernando César.