Depois de vencer os Estados Unidos por 3 sets 1 na noite de sexta-feira, a Seleção Brasileira precisava de apenas um ponto para se classificar para a segunda fase da Liga Mundial de Vôlei com uma rodada de antecedência. Mas na partida deste sábado, também realizada na cidade de Tulsa (EUA), o Brasil errou muito na defesa e no bloqueio e perdeu para os norte-americanos por 3 sets a 1 (parciais de 25/20, 25/23, 22/25 e 25/23).

O jogo de ontem foi nervoso e ainda contou com diversos erros de arbitragem. Mas os atletas americanos jogaram muito melhor do que na sexta-feira e envolveram o Brasil do início ao fim da partida. O destaque foi o central David Lee, que venceu o duelo contra o brasileiro Rodrigão. Os EUA chegaram a abrir 2 sets a 0, mas a equipe de Bernadinho conseguiu vencer o terceiro set, mas não foi o suficiente para evitar a vitória norte-americana por 3 sets a 1.

“O time não entrou com o mesmo foco, não teve a mesma postura de sexta. Defendemos muito menos do que na sexta. Mas, mesmo jogando abaixo, tivemos as oportunidades de chegar no jogo. Mas não conseguimos e vale a pena a reflexão sobre isso”, disse o técnico Bernardinho ao SporTV, logo após o fim da partida.

Essa foi a segunda derrota da Seleção Brasileira na Liga Mundial de Vôlei (a primeira havia sido na primeira série de dois jogos contra os Estados Unidos, que vale lembrar, são os atuais campeões olímpicos). Mesmo com a derrota, o Brasil segue líder do grupo A da competição, com 24 pontos, e agora tem duas partidas contra a Polônia para assegurar sua vaga na próxima fase. A equipe de Bernardinho só precisa vencer dois sets em um dos dois jogos contra a Polônia, na próxima semana, que segue na competição.