Por Guilherme Coimbra com informações de Monique Vilela e Greyson Assunção

Carlos Werner conversa com comprador da sede social do Boqueirão (Monique Vilela/Banda B)

Foi realizado na manhã desta terça-feira (30), o leilão da sede social do Paraná no Boqueirão, que fica localizada em frente a Vila Olímpica. A área de 22 mil metros quadrados do clube foi leiloada e arrematada por um grupo de investidores de São Paulo, em condicional, por R$ 9,1 milhões.

A perda de mais um patrimônio do Tricolor veio em decorrência de uma ação judicial de um ex-professor de futsal paranista, Vinícius dos Santos França, e a ordem para execução veio da 2ª Vara do Trabalho de Curitiba. O terreno, que era pouco utilizado pelo Paraná, fazia parte de um plano de negócio do clube pela Vila Capanema. Porém, a venda da sede social representa um alívio nas dívidas.

O terreno fica em frente a Vila Olímpica do Boqueirão, que chegou a ser leiloada e arrematada em 2015, mas o Paraná conseguiu anular o leilão através de uma liminar na Justiça, alegando que o local possuía cláusula de inalienabilidade, ou seja, não podendo ser penhorado.

Apesar de saber que se trata de um grupo de investidores paulistas, o nome dos novos donos da área não foi divulgado. O arremate foi feito em condicional, ou seja, o comprador irá visitar o terreno e avaliar as condições para decidir se irá efetuar a compra do local ou não.