Gilberto marcou o gol da vitória do São Paulo (Rubens Chiri/SaoPauloFC.Net)

Com um gol solitário de Gilberto, o São Paulo venceu o Moto Club por 1 a 0, no estádio Castelão, em São Luís, no Maranhão, e avançou para a segunda fase da Copa do Brasil. O artilheiro balançou as redes justamente em um momento que a diretoria finaliza as negociações para trazer o argentino Lucas Pratto, do Atlético Mineiro. Com a vitória, o time do técnico Rogério Ceni, que conseguiu a sua primeira vitória na nova carreira, no vai enfrentar o PSTC, de Cornélio Procópio (PR), pela competição nacional.

O sonho do Moto Club começou a ruir logo no primeiro minuto de partida. Junior Tavares lançou Gilberto na área e o atacante caprichou: só tirou do goleiro para abrir o placar. Com a vantagem no marcador, o São Paulo teve mais tranquilidade para tocar a bola e criar as jogadas de ataque.

Como Rogério Ceni não pôde contar com o goleiro Sidão e o atacante Chavez, ambos com dores musculares, além do volante Wesley (passará por uma artroscopia no joelho direito e deve ficar pelo menos um mês longe dos gramados), ele colocou no time Denis no gol e deu chance para Gilberto na frente.

Como Wellington Nem também está machucado, Rogério Ceni montou o time no sistema 4-4-2, com Neilton e Gilberto no ataque. No meio, Cueva, Thiago Mendes e Cícero se aproximavam dos homens de frente e ajudavam na criação das jogadas. Sem poder de fogo, o Moto Club quase não incomodava e Denis era um mero espectador.

No primeiro tempo, o São Paulo poderia ter feito até mais gols. Aos 14 minutos, Cueva deu um ótimo passe para Neilton, mas o jogador chutou fraco e Ruan fez a defesa. Já no final da etapa, Neilton teve novamente ótima chance. No primeiro chute, Ruan espalmou. A bola voltou para Gilberto, que cruzou e Neilton mandou no travessão.

Após o intervalo, o Moto Club voltou melhor e passou a incomodar Em velocidade, o time maranhense passou a pressionar, mas aos poucos o São Paulo foi retomando a posse de bola e dominou novamente. A equipe paulista poderia até ter feito um gol, novamente com Gilberto, que recebeu de Neilton com o gol vazio e mandou para fora. Pouco depois, Cícero quase marcou, mas o goleiro Ruan salvou.

Da metade do segundo tempo para o final, Rogério Ceni trocou alguns jogadores, aproveitando para preservar seus titulares do desgaste, e o São Paulo soube levar o duelo até os últimos minutos sem correr muitos riscos. E agora o time já volta o foco para o jogo deste domingo contra a Ponte Preta, no estádio do Morumbi, na capital, pelo Campeonato Paulista, quando Pratto e o volante Jucilei, os novos reforços, deverão ser apresentados.

FICHA TÉCNICA
MOTO CLUB 0 x 1 SÃO PAULO

MOTO CLUB – Ruan; Diego Renan, Fernando Fonseca, Wanderson e Lorran (Eduardo); Felipe Dias, Esdras, Curuca (Tote), Marcos Paullo e Vinicius Paquetá; Tony Galego (Cléber Pereira). Técnico: Ruy Scarpino.

SÃO PAULO – Denis; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes (Araruna), Cícero e Cueva (Shaylon); Neilton e Gilberto (Chavez). Técnico: Rogério Ceni.

GOL – Gilberto, a 1 minuto do primeiro tempo.
CARTÕES AMARELOS – Wanderson, Felipe Dias e Cléber Pereira (Moto Club); Thiago Mendes, Júnior Tavares e Rodrigo Caio (São Paulo)
ÁRBITRO – Jailson Macedo Freitas (BA).
RENDA – R$ 516.030,00.
PÚBLICO – 21.402 pagantes.
LOCAL – Estádio Castelão, em São Luís (MA).