O Tricolor ficou apenas no empate em 1 a 1 com o São Caetano, na tarde deste sábado, na Vila Belmiro. O Paraná não fez um bom primeiro tempo e foi para o intervalo perdendo por 1 a 0. Mas a equipe de Roberto Fonseca cresceu na etapa final, empatou a partida, ficou com um jogador a mais em campo e foi em busca da virada, mas não houve tempo suficiente e o Tricolor volta para Curitiba com um ponto na bagagem.

Apesar do empate, o Paraná segue no G4 da Série B. É o terceiro colocado, com 24 pontos em 14 rodadas.

Atuação apática do Paraná no primeiro tempo

O jogo começou bastante truncado, com o Tricolor encontrando dificuldades em atacar o São Caetano. A primeira boa jogada de ataque foi aos 15 minutos, quando Rone Dias cobrou falta, Leandro deu rebote e Brinner tocou para o fundo das redes. Mas o zagueiro paranista estava impedido e o gol foi anulado. Aos 19, Luciano Mandi bateu cruzado e Zé Carlos fez grande defesa.

O Tricolor não fazia uma grande partida e apostava mais na marcação do que na criação de jogadas ofensivas. Aos 29 minutos, Nunes bateu de primeira, mas a bola foi por cima da meta paranista. O tempo passava e o São Caetano seguia melhor em campo, apesar de também não criar grandes oportunidades de gol. Até que, aos 43 minutos, Luciano Mandi tabelou com Antõnio Flávio e bateu com categoria para o fundo das redes: 1 a 0 Azulão, e fim de primeiro tempo, com péssima atuação do Paraná.

Gol de empate motiva a equipe do Paraná

O Tricolor voltou mais ligado para a etapa final, mas seguia errando muitos passes e com dificuldade para criar jogadas de ataque. Aos 6 minutos, Lima cruzou, a bola sobrou com Brinner, que bateu cruzado e a zaga paulista conseguiu afastar o perigo. Aos 8, Jefferson Maranhão finalizou de dentro da área e Leandro fez a defesa. Aos 14, Eli Sabiá cabeceou com muito perigo e Zé Carlos se esticou todo para ficar com a bola.

Aos 17 minutos, mais uma grande defesa de Zé Carlos: Diego cruzou e Nunes cabeceou no meio do gol, mas não passou pelo goleiro paranista. O Tricolor pecava na defesa, mas saía mais pro ataque e demonstrava muita vontade de empatar a partida. Aos 19, Lima cobrou escanteio, Giancarlo desviou no primeiro pau e sobrou para Borebi, que cabeceou e marcou o primeiro gol do Paraná: 1 a 1. Depois do empate, o Tricolor cresceu em campo e passou a atacar mais que o São Caetano.

Para melhorar a situação paranista, Augusto Recife recebeu o segundo amarelo, aos 25 minutos, e deixou o Azulão com 10 jogadores em campo. O cartão vermelho deu uma desanimada nos jogadores do São Caetano, enquanto o Tricolor seguia buscando o gol da virada. Aos 35 minutos, Borebi chutou no canto esquerdo e Leandro fez grande defesa. Um minuto depois, Éverton Garroni arrematou da entrada da área e a bola bateu na rede pelo lado de fora. Os minutos finais foram de pressão do Paraná, mas o segundo gol não veio e o jogo terminou com empate em 1 a 1.