O meia-atacante Ronaldinho não é mais jogador do Flamengo. O craque, além disto, entrou na justiça para cobrar R$40 milhões do clube pela rescisão do contrato.

O salário de R10 também está atrasado há meses, inclusive causando problemas entre seu empresário e irmão, Assis, e o clube, em um episódio que ele foi até a loja do Flamengo e pegou camisas de graça, usando a desculpa de que os salários do irmão estavam atrasados.

Segundo a advogada do jogador, Gislaine Nunes, ele está liberado do Flamengo e garantiu que o juiz do Tribunal Regional do Trabalho já concedeu a liminar.

O vice-presidente de futebol do clube falou, na quarta-feira (30), para um grupo de torcedores que Ronaldinho seria afastado, mas na manhã desta quinta-feira (31), o dirigente Zinho disse que ainda iria ocorrer uma conversa entre as partes. Apesar da declaração de Zinho, Ronaldinho não é mais jogador do Flamengo.

A delegação do Rubro-Negro carioca está no Piauí para um amistoso contra a seleção estadual.